Podcrastinadores.S05E29 – Visuais Fantásticos

Em mais um episódio da série coletâneas, nós selecionamos os filmes que marcaram a história do cinema pelos seus visuais fantásticos.

Vamos falar das obras mais marcantes, não pelo roteiro, personagens ou elenco, mas sim pelo mundo de luzes e cores criados para contar aquela história que só seria possível dentro da imaginação das mentes mais inventivas. Do clássico Tron até o mais recente Valerian, vamos percorrer um pouco da história atrás dos visuais mais espetaculares e inovadores.

E na dinâmica que você já conhece, convidamos o podcaster Clemerson “o Ruivo” e o crítico de cinema Rafael Arinelli para se juntar ao time do Podcrastinadores e debater esses filmes. E na leitura de emails especial direto da CCXP, estavam lá conosco Diogo Bob (Galera do Rau), Marlos Sanuto (Player Select), e Roberto Rocha (Minuto de Silêncio).

Ouça e deixe seu comentário! Qual o primeiro filme que te marcou por aquele visual inesquecível? E da nossa lista, você já viu todos os filmes? Concorda com a seleção? Ter um visual fantástico é mais importante que uma história complexa? Existe visual mais fantástico do que as capas do Podcrastinadores? (Impossibru!!)


Links relacionados:


Um agradecimento a todos que suportam os Podcrastinadores, especialmente aos nossos padrinhos Adriano Cavalari, Alan Martins, Alan Tadini, Alberto Camilo, Alexandre Böhm, Alexandre Cavalcanti, Alexandre Mendes, Alexandre Moraes, Anderson Dias, Andre Estrela, Anna Cruz, Arnaldo Iwamoto, Beatriz Cunha, Bianca Ramos, Camila Gildo, Carolina Lindoso-Neet, Caio Luiz Daemon, Carlos Eduardo Valesi, Carlos Tenorio, César Albuquerque Lima, Cesar Mashima, Daniel Alexandre Moreira, Daniel Colicchio, Daniel do Nascimento, Diego Livingstonn Dierly Cordeiro, Draco, Duran de Carvalho, Eder Fabio Ribeiro, Eduarda Azevedo, Eduardo Canha, Eduardo Starling, Eduardo Tomazett, Elieverson Santos, Emerson Lara, Emílio Mansur, Fábio Bentes, Fábio Bentes Jr., Felipe Rodrigues, Felipe Zabin, Fernando Althof, Fernando Gontijo, Fernando Oliveira, Frederico Lucca, Gustavo Medeiros, Herbert de Souza, Hugo Nanni, Isabela Caixeiro, José Eduardo Silva, José Maria Leite, Juliano Ribeiro, Kauê Lovecchio, Klicia Figueiredo, Laila Cristina Boff, Leonardo Amaro, Leonardo dos Santos, Leonardo Leão, Luciano do Carmo, Luis Alfredo Lopes, Luis Gustavo Teles, Luiz Eduardo Biermann, Luke Garcia, Jaíza Pires, João Elias, Marcel Melo, Marcello Alves, Marcelo Gonçalves, Marcelo Guedes, Marcelo Petego, Marcelo Rodrigues, Marco Antonio Linares, Marcos Alves, Mario Rocha, Michele Santos, Maximiliano Guzenski, Murilo Zibetti, Nathanael Gomes, Odirlei Fidelis, Otavio Oliveira, Patricia Delvecchi, Pedro Paulo Pereira, Rafael Montiel, Rafael Santiago, Renato Caldas, Ricardo Caldas, Ricardo Pires Ferreira, Roberth Terra, Rogério Bittencourt, Rodrigo Montaleão, Rodrigo Mussi, Rômulo da Costa, Sergio Kamache, Sérgio Salvador, Shoiti Motoyama, Sidnei Santana, Thiago Cordeiro, Thiago Freire, Tiago Salomoni, Vitor Couto, Victor Fontes, Walter Dias, Welyton Manoel, e Wilson Santos.


Participe você também escrevendo pra gente: [email protected]
Queremos saber quem é você que nos ouve: vá em facebook.com/podcrastinadores e mande seu Like lá.

  • GUSTAVO MEDEIROS

    Ainda nem ouvi o episódio… mas vou logo dizendo que o primeiro filme que vi de visual mais marcante foi Guerra nas Estrelas, passado na TV Manchete em mil novecentos e sei lá.

    • Verdade, mas deixamos esse um pouco de fora porque já temos 4… com um novo por sair, só falando de SW. Demos chances para os outros.

  • Poucopixel

    Não deu para ouvir ainda. Mas de longe o filme que mais me impressionou foi Jurassic Park. Não sei se entra bem no que seria o tema do episódio mas é inacreditável o que fizeram no filme original de 94.

    Passou mais de 20 anos e os melhores dinossauros ainda são aqueles. É incrível.

    • Sim, é incrível! Mas não tá dentro do conceito do episódio! É mais sobre “criação de universos com soluções visuais inovadoras” mas não ia caber na imagem de abertura! rs

    • Sabe que revi o filme e hoje já implico bem com os efeitos do filmes, acho que valia fazer uma remasterização dele.

  • Josue Gentil

    Já baixei para ouvir.
    Acho que deve citar alguns destes, que são famosos pelo estilo visual e adoram fantasia e ficcção científica: Terry Gilliam, Tim Burton, Tarsem Singh, Jean-Pierre Jeunet…
    Para uma futura coletânea, deixo a sugestão de top 10 (ou 15) “reclusos perigosos”. São aqueles ex-agentes ou matadores de aluguel aposentados que tem que voltar à ativa, o mais famoso é o Bourne. Mas tem o Ben Affleck em O Contador, Jean Reno em O Profissional, John Wick etc.

    • helvecioparente

      Não me lembro se citamos o Tarsem Singh, taí um cara que sabe fazer um visual fantástico, mas não sabe fazer um filme bom.

      • Acabamos não citando ele, mas tava numa nossa lista original por causa do A Cela.

        Gostei da sugestão do Josué de filme de ex-agentes!
        Valeu

    • Hahahah E os Aposentados e Perigosos de RED! Excelente sugestão, Josué!

  • Inoue

    Um comentário que não tem nada a ver com esse episódio,mas terminei a maratona de Podcrastinadores vindo lá do episódio 1 e só levou duas semanas +/-.
    Sou um ouvinte novo,daqueles que não costuma comentar muito mas vou acompanhar o trabalho de vocês escondido atrás dos fones.
    Vocês são muito bons no que fazem (exceto quando falam de Star Trek).
    Uma curiosidade,não assisto trailer e normalmente só descubro quem são os atores na porta do cinema por causa dos cartazes.
    Aguardando a opinião de vocês sobre Star Wars-The Last Jedi.

    • helvecioparente

      Também evito trailers, mas sempre vou ao imdb ver o elenco e o diretor.
      Podcrast Star Wars 8 vem aí…

      • Inoue

        Nem isso faço,gosto de reviver os tempos de infância quando descobria que filme assistir quando chegava na matinê do cinema.(matinê entrega a idade,sou de 74)

    • Uau! Seja bem vindo! Não fique tão escondido, apareça mais vezes nos comentários!

      • Inoue

        É que normalmente ouço no trabalho,não dá tempo pra parar e comentar,aí deixo pra depois e acabo esquecendo. Hehehe

    • Você ouviu todos os episódio em 2 semanas? Dormiu pelo menos? Nem eu me aguento me ouvir seguido por 2 semanas, tá de parabéns!

      • Inoue

        Posso ter exagerado,mas não chegou a 3 semanas,é que trabalho 12 horas por dia,então…

  • Lucas Dos Santos

    cara, vocês tem que gravar um ep. sobre Monty Phython!!

    • helvecioparente

      Monty Python de vez em quando aparece nas sugestões. Quem sabe…

  • Marcelo Mesquita

    Olá pessoal!!! Vai ter podcast sobre Os Últimos Jedi???

    • GG

      Já está no forno!

  • Felipe Filartiga

    Existe uma lista dos filmes citados no podcast? Sempre ouço correndo (literalmente) d não da pra anotar.
    Parabéns pelo trabalho.

    • Clemerson R Campos

      Tron 1982
      Segredo do Abismo 1989
      Ladrão de Sonhos 1995
      Quinto Elemento 1997
      Amor além da Vida 1998
      Sin City 2005
      Speed Racer 2008
      Dr Parnassus 2009
      Avatar 2009
      Valerian 2017

      esses foram os que deram o norte para a conversa, tem vários que citamos mas não estão na lista, tipo Casshern e Sucker Punch…

      • Felipe, evitamos colocar a lista no post do episódio para não dar um “spoiler” do que iremos falar e atiçar a curiosidade, mas quando alguém pede a gente tenta correr atrás da lista e colocamos nos comentários.

        Aliás, valeu Clemerson por isso!

  • Fernando Bondezan

    Acabei de ouvir o podcast e quero parabenizar pelo tema, muito bem escolhido.
    Um filme que eu colocaria na lista seria Uma Cilada para Roger Rabbit, apesar de não ser nada original o mundo de desenho animado é fantástico! No mais é só isso mesmo, quer dizer, sem mais 🙂

    • helvecioparente

      Sabe que pensei em citar Roger Rabbit? Foi a primeira vez que tivemos um desenho animado com volume, antes eram sempre figuras chapadas 2D.
      Mas não é exatamente o estilo de visual fantástico que a gente estava falando, por isso ficou de fora.

      • Bean

        No filme eles são 2D

        • helvecioparente

          Falei 3D pelo volume, não efeito 3D que tem que colocar o óculos.
          Até então todos os desenhos eram figuras sem volume. No Roger Rabbit eles tinham volume. Antes a câmera era sempre parada, foi a primeira vez que fizeram movimentos de câmera numa mistura de desenho com atores reais.

          • Bean

            Eu tinha entendido que não era 3D de óculos. O caso é que apesar de misturarem atores reais com desenho, não dá a sensação de profundidade nem de volume. Às vezes parece que eles estão em planos diferentes. Tipo aquelas fotos com a torre de Pisa, mas nesse caso a torre é só um papelão com a foto da torre colada nele.

          • helvecioparente

            Hoje pode parecer isso. Na época, foi convincente.

  • Bean

    Até hoje eu não entendo por que o Helvécio fala UAXOVISKI e não UAXAUSKI, quando fala das criadoras de Matrix.

  • Magro Deitão

    Concordo com o Caruso. Juntar visual bonitinho com lenga lenga religiosa torna Amor Além da Vida particularmente escroto. “Olha que bonitinho o mundo de pintura que é a sua morte. Já pra sua esposa que se matou de tanto sofrimento – em parte por sua causa – o Universo decidiu destinar ainda mais sofrimento no inferno”.

    • Magro Deitão

      E nem o resgate salva a situação, porque tem várias outras pessoas que se mataram por terem passado por uma barra muito difícil e que não tem ninguém para ir resgatar elas. Fora que tem uma cena, que se eu não me engano foi cortada, em que explicam que antes deles poderem ficar juntos ela vai ter que sofrer por trocentos anos.

      • Eu discordo, não vejo “lenga lenga” religiosa, inclusive pode ser visto como uma regra colocada no filme. Se a pessoa se matou e na regra do filme, ela vai para um lugar pior, ok, não importa o motivo.

        E vale o que tá na tela, então esse sofrimento aí nem conta.

  • Fala pessoal, realmente é triste quando filmes com bons visuais e mundos fantásticos mas deixam a desejar na parte da história, é o que sempre falo do Avatar quando dizem para mim que é um grande filme e eu retruco dizendo que acho só é visualmente foda, mas no restante é só uma versão futurista do Pocahontas.
    Valerian tinha tudo para ser realmente bom, história que ajudou na inspiração do George Lucas ao criar o universo de Star Wars, principalmente na criação do Han Solo e a Falcon, mas o filme até que começa bem, mas se perde do meio para frente, sem contar a escolha dos protagonistas que mandaram mal.
    Um filme que vocês poderiam ter falado também é o Cool World, que saiu aqui como Mundo Proibido, e o Uma Cilada Para Roger Rabbit que misturaram os mundos dos desenhos animados com atores em live action.

    Agora discordo do que o Caruso diz sobre o Amor Além da Vida, não vejo como uma besteira pós morte religiosa, já que o filme não (agora vou falar sem ter certeza pq faz tempo q não vejo esse filme e evito ele sempre pq me faz chorar sempre. rs) fala se os protagonistas são católicos ou qualquer outra religião, for assim, Supernatural e Constantine são uma versão “massa veio” de balela religiosa, já que falam tanto de anjos e demônios.

    • Eu discordo bastante dessa ideia de Avatar ser Pocahontas. Sabe, não existe uma história 100% nova, partir desse princípio Harry Potter é Star Wars e acho que a obra deve ser avaliada por si.

      Valerian não entendi o que quiseram fazer com o filme, pegaram a ideia por trás do universo, mas Valerian e Laureline não são eles mesmos ali.

      E acabamos deixando de fora esses filmes que misturam animação com live action, não sei bem porque, mas o buraco é bem mais embaixo. Tem coisa assim desde que o Disney começou a escrever… só não sei se caberia em “mundo fantástico” ou “visual incrível”. Mas muito boa lembrança de Cool World, não lembrava dele.

      Valeu Bruno

      • Concordo que não exista história 100% nova, sempre temos novas histórias com pitadas de outras, mas do Avatar é 90% Pocahontas e 10% nova história, olha só, exploradores vindos do velho mundo chegam com a intenção de explorar o novo mundo, um dos exploradores encontra os nativos desse novo mundo e acaba se apaixonando por uma das nativas, gerando um amor proibido (Romeu e Julieta) entre duas pessoas de culturas totalmente diferentes, para no final o explorador resolver adotar a nova cultura e a abandonar o velho mundo, tudo para poder ficar com a nativa.
        O que diferencia o Avatar do Pocahontas é só a ambientação da história, a novidade é que o Cameron coloca uma mensagem embutida da luta dele como ambientalista.

        • Eu gosto de Avatar e você não vai tirar isso de mim!

          UAhuAHUAHuAHuAH

          • HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA

            Tudo bem gostar cara, não quero tirar isso de você, não é pq é um Pocahontas para adultos que alguém não pode gostar. rsrs

            hahahahahaha

      • Poucopixel

        Na verdade Avatar é “O Ultimo Samurai Azul que Dança com Lobos Alienígenas”

  • Uma correção, foi mencionado que o Jeff Bridges foi o primeiro ator a ser rejuvenescido (em 2010) em computação gráfica, mas um ano antes, o Schwarzenegger foi rejuvenescido em Exterminador do Futuro: A Salvação.
    Cast muito bom!

    • Gyselle P. Teixeira Correia Li

      Sim, sim, é verdade, também notei isso.

    • helvecioparente

      Você tá certo, Alexandre…
      E digo mais: ainda teve X-Men 3 e Benjamin Button antes!

  • “Korben Dallas, meu homem”.

  • Gustavo Borges

    Eu não uso drogas, sequer bebo, mas numa madrugada vi aleatoriamente uma dobradinha de a Fantástica fábrica de chocolates (refilmagem) e Speed Racer na sequência, senti que tive uma sessão LSD sem precisar de nada além da tela.

  • Rivelino Cruz Do Nascimento

    Ouvindo agora esse bate papo sobre visuais Fantásticos , muito boa conversa , para ser exato eu acho que primeiro filme que me impressionou foi Star wars mas eu ficava de cara com efeitos especias de Enigma da pirâmide que passava na sessão da tarde , outro filme que fazia minha cabeça explodir nesse tema era Vingador do futuro ( e fugindo do cinema p/ clipes musicais era Black or white do Michael Jackson) Tron foi pioneiro mas um que lembro com saudade da minha infancia era viagem insólita com Dennis quaid ( Talvez ele não se enquadre no assunto mas eu achava foda as cenas dentro do corpo humano )dos filmes citados Sin City além de ser MUITO BOM , o visual em preto em branco simulando um ar de quadrinhos antigo é genial e outros dois que merece destaque pela estética e não pela Qualidade do filme ( já que os filmes em si ,são um M…..) É Speed racer e Sucker punch

    • Enigma da Pirâmide foi o que fez O Jovem Indiana Jones e Episódio 1 ser possível. Ele foi o teste de George Lucas para o que faria em Star Wars.

      Sim City acho muito bom. O primeiro, o segundo não curti.

      E gosto de Sucker Punch

  • Murilo D

    como assim não falaram de dinotopia? 😛 kkkkkkkk

  • romulo costa

    Ainda nem ouvi e já sei que é bom , vocês são os melhores , sei que não vão ver esse comentário aqui (eu acho) mas mesmo assim deixo meus elogios , adoro vocês sempre ouço o podcast , gosto muito de todos vocês por igual não tenho nenhum preferido , enfim Parabéns pelo excelente trabalho 😊

    • Obrigado pela confiança Romulo! Bom saber que estamos no caminho certo.

      Sempre que quiser passa aqui nos comentários pra deixar sua opinião.