Podcrastinadores.S05E15 – Mulher-Maravilha

Chegou a nossa vez de falar do principal filme de super-heroína de todos os tempos! Dirigido por Patty Jenkins e com Gal Gadot como atriz principal, Mulher-Maravilha veio salvar o universo da DC nos cinemas, e encher os fãs de esperança depois das críticas negativas de Batman Vs Superman e Esquadrão Suicida!

Para conversar sobre o filme e um pouco da história da personagem, relembramos os momentos mais marcantes do filme e dos quadrinhos com o ator Daniel Braga e a ilustradora Adriana Melo.

Atenção: como sempre, depois que começamos a falar do filme, os SPOILERS estão liberados!

Se você viu o filme, não deixe de escrever aqui nos comentários sua opinião? Mulher-Maravilha é tudo isso que estão falando mesmo ou só moda? O que você espera do DCU daqui pra frente?


Links relacionados:


Um agradecimento a todos que suportam os Podcrastinadores, especialmente aos nossos padrinhos Adriano Cavalari, Alan Martins, Alan Tadini, Alberto Camilo, Alexandre Böhm, Alexandre Cavalcanti, Alexandre Mendes, Alexandre Moraes, Andre Estrela, Anna Cruz, Arnaldo IwamotoBeatriz Cunha, Bianca Ramos, Camila Gildo, Carolina Lindoso-Neet, Caio Luiz Daemon, Carlos Eduardo Valesi, Carlos Tenorio, César Albuquerque Lima, Daniel Colicchio, Daniel do Nascimento, Dierly Cordeiro, Draco, Eder Fabio Ribeiro, Eduarda Azevedo, Eduardo Canha, Eduardo Starling, Eduardo Tomazett, Elieverson Santos, Emerson Lara, Emílio Mansur, Fábio Bentes, Fábio Bentes Jr., Felipe Rodrigues, Felipe Zabin, Fernando Althof, Fernando Oliveira, Francisco ZottoFrederico Lucca, Gustavo Medeiros, Hugo Nanni, Isabela Caixeiro, José Maria Leite, Juliano Ribeiro, Kauê Lovecchio, Klicia Figueiredo, José Eduardo Silva, Leonardo Amaro, Leonardo dos Santos, Leonardo Leão, Luis Alfredo Lopes, Luiz Eduardo Biermann, Luke Garcia, João Elias, Marcello Alves, Marcelo Guedes, Marcelo Petego, Marcelo Rodrigues, Marco Antonio Linares, Marcos Alves, Mario Rocha, Maximiliano Guzenski, Murilo Zibetti, Odirlei Fidelis, Otavio Oliveira, Pedro Paulo Pereira, Rafael Montiel, Ricardo Pires FerreiraRoberth TerraRogério Bittencourt, Rodrigo Montaleão, Rodrigo Mussi, Sérgio Salvador, Shoiti Motoyama, Sidnei Santana, Thiago Cordeiro, Thiago Freire, Vitor Couto, Victor Fontes, Walter Dias, Welyton Manoel, e Wilson Santos.


Participe você também escrevendo pra gente: [email protected]
Queremos saber quem é você que nos ouve: vá em facebook.com/podcrastinadores e mande seu Like lá.

  • Ruque_Trepano

    Que delícia cara!!! Ouvi-lo-ei!!!

  • David Bruce Banner

    O filme é cheio de easter eggs.
    Eles estão malucos?

    • Nos ajude David, quais easter eggs?
      Só lembro da cena do Superman desviando a bala repetida pela Diana… tem mais?

      • David Bruce Banner
        • Na moral, cara, você tá viajando MUITO se você acha que essas referênciazinhas visuais são EASTER EGGS. Você jura que ILHA DE TEMYSCIRA é um easter egg porque parece com a arte do Perez????? Ah, faça me um favor! De Easter Egg eu aceito a placa do carro ser JL e olhe lá. O resto é tudo uma forçação mequetrefe de barra. O próprio link que você colocou e o esforço hercúleo dessas pessoas de tentar fingir que essas coisas são easter eggs comprovam a minha teoria.

  • Olá, que revolta é esta Caruso aos 5:37, xingando os ouvintes, calma cara isto aqui é os Podcrastinadores e não o MDM.

    • Ele esqueceu o lugar dele! hehehe

      • Ei!!
        Número 1: O minuto 5:37 é leitura de e-mails, não tem ninguém xingando ninguém.
        Número 2: É bem fácil confundir o Podcrastinadores com o MdM quando o sujeito que vem comentar no site se chama “BATÉMA”

        • Snydeus

          não xingou ninguem? NÃO LEMBRA MAIS DE ONDE VEIO!!!

    • Murilo

      eu já ia comentar algo zoado mas quando vi que era o podcrastinadores ai pensei duas vezes lhes.

  • Colocando o play, e replay nas piadas do Tibério kkkkkkkkkkk

    • Valeu Washington!

      • Não se empolga, Tibério! Ele faz isso pra ver se ele entende!
        E Washington, relaxa cara: elas não fazem sentido mesmo.

        • Ei! Caruso tem inveja das minhas piadas pq ele não conseguiu pensá-las a tempo!

  • Walter SuperMercado

    Vim do MdM dizer pro Caruso que a Marvel não tem clássicos. Vlw flw.

  • Pedro Paulo

    Finalmente as cores voltaram para os filmes da DC!!! Mulher Maravilha é um filme “Heróico” coisa que eu sentia falta desde Superman – O Retorno. Como é bom ver que a Warner esta aprendendo com erros sem esquecer dos acertos, agora sinto que a esperança voltou e daqui pra frente vai ser só alegria no DC Extended Universe, a própria intro nova que apareceu neste filme e será vista nos posteriores já não me deixa mentir, pois estão claramente se inspirando na animação épica do Bruce Timm e Paul Dini, por esse caminho não tem erro, sem falar que eu já quase chorei só nestes poucos segundos.

    Eu tinha muitas expectativas com relação ao filme, principalmente após o excelente primeiro trailer, e o resultado superou todas elas, Gal Gadot se tornou o rosto definitivo da Mulher Maravilha, assim como Reeve sempre será o Superman, mesmo eu gostando bastante do Cavill no personagem. A simpatia e o carisma natural que ela passa em todos os momentos faz com que fiquemos até o fim com personagem. Eu vejo que a atriz encontrou o seu grande papel e agarrou com todas as forças, auxiliada pela excelente Patty Jenkins, que “entendeu” a personagem e soube explorar facetas até então não vistas, sem descaracterizar o ícone.

    Eu gostei de todas as cenas de batalha e ação do filme, mas não posso deixar de citar a cena da Terra de Ninguém, que é a grande Cena do filme, sem falar do simbolismo que ela passa principalmente no momento em que a Diana está por trás do escudo sendo alvejada de forma covarde, representando a luta diária de todas as mulheres para obterem seus lugares de direito em meio a nossa sociedade ainda tão sexista. Mas ainda sobre a cena em si, eu só consigo compará-la a outros momentos épicos dos filmes de heróis: a cena do trem em homem aranha 2, a fuga da caverna em homem de ferro, a primeira aparição do batman no begins, e a cena do helicóptero no superman de 78.

    O mais legal desse filme é que ele “inspira”, coisa que estava em falta nos filmes de heróis, sem falar que quando ele terminou eu fiquei com um sorrisinho involuntário no rosto, coisa que não me acontecia desde o Homem Aranha de 2002, e cito este filme, pois aquela cena da Diana escalando a torre me lembrou bastante a primeira escalada do homem aranha no filme do Sam Raimi, quase uma homenagem, será? Enfim, foi muito bacana a discussão de vocês e gostei muito dos convidados, Adriana Melo desenha pra c@$%¨&* e foi muito bacana ver o ponto de vista dela do filme, já aguardo o retorno dela. Eu concordo com o que vocês disseram sobre o lado mitológico dos heróis da DC, e achei interessante os Olimpo estar morto, pois trás todo um significado para a Liga da Justiça que irá nascer, sendo uma espécie de Novo Olimpo. A Era de Heróis voltou pra ficar!!!

  • Eduardo Starling

    Programa excelente! Alguns pontos que eu queria destacar após ouvir o bate papo de vocês:

    – Nos quadrinhos, fora o Kingdom Come (que eu tb sou fã), tem um momento crucial da Mulher Maravilha: na saga Crise de Identidade, o criminoso Max Lord começa a controlar a mente do Superman para faze-lo matar o Batman e Diana resolve o problema quebrando o pescoço de Max e matando-o. Foi um dos bons momentos da DC (assim como a saga dos OMACs gerada pela paranóia do Batman) mas que infelizmente descambou para a derrocada da DC (daí veio Crise Infinita, Crise Final e os Novos 52).
    – Apesar do pouco talento de atriz de Gal Gadot (praticamente um Eric Bana de saias), pela primeira vez a protagonista feminina. Apesar da boa lembrança do GG de que tivemos vários personagens femininos fortes, só agora o filme é dela.
    – Descontando a implicância do Helvis com a cena da praia (que tem seus furos, mas não é tão mal feita assim), realmente o filme vale até os últimos 15 minutos. A cena do confronto com Ares é tão forçada que fica aquela impressão de “contei tudo que eu queria, agora vamos fechar de qualquer jeito porque tenho prazo pra fechar essa bagaça”. Uma pena, mas não estragou felizmente o resultado final.
    – Gostei do ponto da Adriana de que temos finalmente um herói mais altruísta, mas isso também é estragado no ato final: ela só mostra os poderes dela e vence a batalha quando o queridinho Steve explode no avião, ou seja, quando vira algo pessoal.

    Aguardemos o próximo filme dela (posso pular Justice League sem remorso, embora meu lado fanboy com certeza vai me fazer gastar dinheiro pra ver essa bomba), e aguardemos o próximo pôdcrast.

    • Pedro Paulo

      Acho que depois desse filme, quem tinha um pé atrás com a Liga vai acabar dando uma chance. Eu preciso ler esse Crise de Identidade, sempre ouço falarem bem, das HQs com a Mulher Maravilha que eu li, uma bem marcante e agoniante é o arco Rivalidade Mortal, em que a Diana tem de lutar contra a Medusa, bem na vibe Shiryu vs Algol de Perseu. Eu gostei do encerramento, mas concordo com os problemas e culpo a Warner por não ter soltado uma verba maior pra esse filme, porém mesmo assim o resultado final ficou impressionante. Agora o hype só aumenta para os próximos filmes de super-heroínas já anunciados, como Batgirl e Capitã Marvel.

      • Eduardo Starling

        Esse Rivalidade Mortal eu preciso ler… No mais, uma pena esse filme da Liga ir em direção ao Darkseid. Se transpusessem a saga dos OMACs ficaria bem mais maneiro (e em linha com o Batman desconfiado do Affleck)

        • Pedro Paulo

          Caramba é verdade, aliás outra coisa que eu gostaria de ver seria algo na linha Torre de Babel que também combina bastante esse Batman pirado. Mas uma coisa que me deixa tranquilo com relação a DC nos cinemas é que ela tem os direitos de todos os personagens, dando direito até de sair queimando, como o próprio Doomsday, mas torço que ela vá com mais calma e trate com mais carinho seus vilões daqui pra frente, e se for pra trazer Darkseid em um segundo filme da Liga, que faça de maneira épica como deve ser.

      • Eduardo Starling

        PS: Também no aguardo dos próximos filmes de heroínas. Mais expectativa no da Batgirl por motivos de Joss Whedon

      • Que arco é esse, Pedro? Saiu aqui no Brasil? Adonde? Abs

        • Pedro Paulo

          Foi mal galera, me enganei, na verdade estava me referindo à Mulher-Maravilha: Petrificada escrita por Greg Rucka, lançada pela panini em 2006 nas mensais de Superman & Batman dos números 7 ao 9. Rivalidade Mortal também escrita por Greg Rucka, possui o envolvimento da Medusa através da Circe, mas não se trata do combate que eu comentei anteriormente que é o do arco Petrificada, mas ambos valem muito a pena!!!

    • Cara, tivemos outros filmes com a protagonista heroína, começando por todos os Aliens, nenhum fracassou nas bilheterias como chegam a falar.
      Gal é puro charme, mas como atriz é uma excelente modelo.

      E nada até agora me fez ter qualquer expectativa por Liga da Justiça. É até bom, sabe?

      • Eduardo Starling

        Os filmes de Alien se chamavam Alien, Aliens, Alien 3… Nenhum se chamou Ripley 😛
        😀

        • Por outro lado Elektra se chamou Elektra e Mulher Gato se chamou Mulher Gato. Mas é melhor esquecer esses filmes mesmo….

          • Eduardo Starling

            Estão lá no cantinho dos fracassos de bilheteria 🙂

    • Não tem como pular Liga da Justiça, cara! Seja bom ou seja ruim, a gente tem que estar lá!!!

      • Eduardo Starling

        Isso é o lado ruim de ser fanboy: a gente vai estar lá mesmo não tendo esperança alguma de que seja bom hahahahaha

  • Pedro Paulo

    Finalmente as cores voltaram para os filmes da DC!!! Mulher Maravilha é um filme “Heróico” coisa que eu sentia falta desde Superman – O Retorno. Como é bom ver que a Warner esta aprendendo com erros sem esquecer dos acertos, agora sinto que a esperança voltou e daqui pra frente vai ser só alegria no DC Extended Universe, a própria intro nova que apareceu neste filme e será vista nos posteriores já não me deixa mentir, pois estão claramente se inspirando na animação épica do Bruce Timm e Paul Dini, por esse caminho não tem erro, sem falar que eu já quase chorei só nestes poucos segundos.

    Eu tinha muitas expectativas com relação ao filme, principalmente após o excelente primeiro trailer, e o resultado superou todas elas, Gal Gadot se tornou o rosto definitivo da Mulher Maravilha, assim como Reeve sempre será o Superman, mesmo eu gostando bastante do Cavill no personagem. A simpatia e o carisma natural que ela passa em todos os momentos faz com que fiquemos até o fim com personagem. Eu vejo que a atriz encontrou o seu grande papel e agarrou com todas as forças, auxiliada pela excelente Patty Jenkins, que “entendeu” a personagem e soube explorar facetas até então não vistas, sem descaracterizar o ícone.

    Eu gostei de todas as cenas de batalha e ação do filme, mas não posso deixar de citar a cena da Terra de Ninguém, que é a grande Cena do filme, eu só consigo compará-la a outros momentos épicos dos filmes de heróis como: a cena do trem em homem aranha 2, a fuga da caverna em homem de ferro, a primeira aparição do batman no begins, e a cena do helicóptero no superman de 78.

    O mais legal desse filme é que ele “inspira”, quando ele terminou eu fiquei com um sorrisinho involuntário no rosto, coisa que não me acontecia desde o Homem Aranha de 2002, e cito este filme, pois aquela cena da Diana escalando a torre me lembrou bastante a primeira escalada do homem aranha no filme do Sam Raimi, quase uma homenagem, será? Enfim, foi muito bacana a discussão de vocês e gostei muito dos convidados, Adriana Melo desenha pra c@$%¨&* e foi muito bacana ver o ponto de vista dela do filme, já aguardo o seu retorno. Eu concordo com o que vocês disseram sobre o lado mitológico dos heróis da DC, e achei interessante o Olimpo estar morto, pois trás todo um significado para a Liga da Justiça que irá nascer, sendo uma espécie de Novo Olimpo. A Era de Heróis voltou pra ficar!!!

    • A cena da terra de ninguém foi muito icônica. Pra ser lembrada pra sempre!

  • Bruna Cardoso

    Helvecio na hora que a Antíope foi atingida o Steve matou o cara que atirou nela acho que todas viram, por isso não atacaram ele na hora.
    Pra mim ficou meio na cara que ela era a arma pois a mãe dela falou ela não pode saber o que ela é, e toda hora falam desse segredo e que ela não poderia saber se não eles se encontrariam mais rápido, e lembrei de de vário filmes assim que ou a pessoa esta a procura da arma ou ela acha que esta com a arma certa e a pessoa acaba sendo o que vai derrotar o mal rsrsrs.
    Nossa juro que na hora que o Sir Patrick Morgan apareceu eu pensei puts já pensou se ele fosse o Ares eu estranhei ele muito meio de canto mais queto que os outros foi o único que não reclamou dela ta na sala só achou estranho mas no final do filme tinha até esquecido dele e pensei que fosse a doutora haha.
    Eu não estranhei os poderes dela afinal se ela foi feita pra matar ele e de novo a mãe dela e a Antíope falam que ela não sabia o poder que ela tinha, não me incomodo tanto mas tbm achei que foram bem mal aproveitados no final e que a luta dos dois foi meio clichê.
    Mas no geral gostei muito fui assistir com a minha mãe e a pesar dela achar filme de super herói coisa de criança ela adorou e não gostou do Steve ter morrido falando que mocinhos não morrem no final hehehehehe

    • Eduardo Starling

      A forma como Ares manipula os dois lados pra fomentar a guerra lembra (ainda que de longe) o Palpatine na trilogia Voldermort

    • Helvis bebe, não liga pra ele! hehehe

    • helvecioparente

      Bruna, não contei quantas amazonas ainda vivas tinham lá na praia. Mas querer que todas tenham visto o Steve atirar é muito.

      • Bruna Cardoso

        Não devem ter visto, mas as que estavam perto não atacaram e as que foram pra cima dele a Diana não deixou e falou que ele estava ajudando.

  • cast bem interessante!
    eu tambem fui uma das pessoas que reclamaram da escolha da Gal Gadot como Mulher-Maravilha e paguei a minha lingua desde Batman vs Superman
    pra mim a Gina Carano como mencionaram no cast não tem nada a ver com a personagem, quem eu escolheria se eu tivesse algum poder de decisao seria a atriz Jaimie Alexander que faz a lady Sif (do filme do Thor ) e agora a série Blindspot
    Mas a Gal ganhou todo mundo pelo carisma, falta um pouquinho de atuação ainda + por ser um filme de origem por enquanto esta ótima
    A sequencia de Terra de ninguem é até melhor que o combate final na minha opinião
    Adoro a musica tema da Mulher-Maravilha

    • Jaimie Alexander! Excelente! Mas acho que tava muito cedo pra ela sair de Thor e Agentes da SHIELD e ir fazer um papel tão marcante na Warner/DC.

      • Apesar de concordar, a Gal Gadot tinha menos que isso quando foi escalada…

    • Concordo com tudo que você colocou aí, Amanda!

  • Patricia Giovanetti

    Cara, que delicia que é ouvir opiniões coerentes! Me senti numa mesa de bar trocando ideia sobre o filme!
    Queria dizer que eu to super feliz com o resultado do filme! E não tem nada que pague sair do cinema e ver uma garotinha imitando a Mulher Maravilha cruzando os bracinhos no ar! Acho que isso supera qq coisa!!

    • Obrigado Patrícia!
      Até eu fui tirar foto de braços cruzados!! hahaha

    • GG

      Valeu, Patricia! Falta agora você mandar as suas considerações por email pra você participar dessa conversa de bar. 🙂

      • Proust comendo Nutella

        Mulher-Maravilha 2 vai ser bem melhor. Ela vai enfrentar os vilões do submundo do balé.

        • Pedro Paulo

          Wonder Woman 2: Flesh and Bone.

    • Boa, Patrícia! Legal ler esse seu depoimento porque na parte da Diana criança eu estava justamente imaginando como seria para uma menininha assistir aquilo e fiquei emocionado! Acabou a era da Change Marmaid no grupo dos homens!

  • Chaves confuso

    Eu só queria dizer que vim pelo MDM e pelas participações do Caruso, e é muito estranho ouvir um podcast em que o áudio está todo bom!

    • GG

      Ahahaaha! Valeu, meu camarada! 😀

    • Chaves ficou até confuso!! hahaha
      Agradecemos ao GG, mais conhecido na podosfera como áudio-control-freak!

      • Chaves confuso

        A qualidade é muito boa, parabéns a todo o pessoal!

        • Maaaassss…. o conteúdo também é legal, vai??

          • Chaves confuso

            É sim, Caruso!

  • Lose yourself Éneas

    Lucio Mauro filho full pistola no Podcrastinadores pelado porno por favor

    • GG

      What??? o.O

      • Lose yourself Éneas

        Coisa do MDM GG, eles leem as pesquisas que as pessoas fazem pra chegar no site e é cada coisa bizarra

        • Chaves confuso

          Já deu as condolências pela morte do Chico Anísio?

          • GG

            Um dia vou entender por que é que tudo que vem do MDM parece mensagem encriptada. Qualquer dia vai vir com uma chave pública junto.

          • Chaves confuso

            GG, piadas internas… Diz pro Caruso que um leitor do MDM mandou dizer: “A Marvel não tem clássicos!”

          • GG

            Ele ouve tanto isso que qualquer dia ele vai reclamar que picharam essa frase no muro da casa dele. 😛

          • Chaves confuso

            Se um dia acontecer, foi leitor do MDM!

          • Leitor do MdM não sabe escrever sem corretor ortográfico, minha casa está a salvo.

          • Lose yourself Éneas

            Caruso deve fazer piada até dormindo, menos no banho porque ele chora sabendo que A MARVEL NÃO TEM CLÁSSICOS

          • Chorar é pra DC

          • Lose yourself Éneas

            450 podcasts merdas e a galera com a mesmas piadas, parecem o Zorra antigo

  • Proust comendo Nutella

    1. Filme ruizinho esse Mulher Maravilha, cheio de inconsistências, do tipo ela dizer que leu todos os filósofos antigos, mas estranhar as mulheres não estarem vestidas pra batalha (que filósofo grego antigo tinha uma visão igualitária dos sexos? Nem a Hipácia!).
    2. Falaram que parece filme da Marvel, mas a única semelhança que vi em relação à Marvel é que com certeza não vai virar um clássico.
    3. Faltou a Dona Caruso nesse podcast pra mandar a real sobre o filme e dizer que a verdadeira Mulher-Maravilha é a Tina fucking Fey.

    • Proust lançando a treta no ar!!
      Marvel tem clássicos sim! Deixa o cara pô! hehehe

      • Proust comendo Nutella

        Ele sabe que é brinks. A Queda de Murdock > Cavaleiro das Trevas.

        • Aí já é demais! hahahahahahaha

          • Proust comendo Nutella

            Insisto: por exemplo, a Queda de Murdock assume uma responsabilidade maior porque se passa na timeline oficial do protagonista – e numa época em que não resetavam a continuidade de seis em seis meses. Enquanto isso, o Cavaleiro das Trevas se passa em um futuro alternativo. Eu gosto de Cavaleiro das Trevas, mas no fundo é só uma defesa das ideias conservadoras do Miller. E uma defesa mal feita ainda.

          • Por mais que eu concorde com a parte dos seus argumentos em relação a timeline oficial, não acho que isso faça de uma leitura melhor que a outra.

          • Proust comendo Nutella

            De fato.

        • Opa, opa, opa… peraí também

    • 1. Filósofos ANTIGOS. Ela pode muito bem ter achado que aquela prática ficou no passado.
      2. Na verdade a semelhança principal com o filme da Marvel é que esse também é um clássico desconsiderado pelos péla sacos do Ivo Hell
      3. Rapaz, se Dona Caruso participa desse podcast perigava a Warner processar a gente.

      • Proust comendo Nutella

        1. Pô, mas ela parece encarar o mundo dos homens como se estivesse em uma espécie de estase; pode ver que ela estranhou paca ainda estarem rolando guerras no mundo. Isso tornaria a personagem mais ingênua do que já é. E olha que fizeram ela beeeem ingênua.
        2. É que você tem que ver que o Hell já eu clássico. Vai se esforçando e um dia pelaremos o seu saco.
        3. O segredo é depois fazer jabás compensatórios, igual o Omelete.

  • Essa abertura foi uma MA RA VI LHA.

  • Manoel Ortega

    Darei meu pitaco sobre o plano do Ares:

    – O armistício tinha em vista deixar a Inglaterra de braços cruzados enquanto a Dra. Veneno construía a arma inspirada pelo próprio Ares. A guerra já estava no fim, e uma vez a arma usada, os alemães ganhariam novo fôlego, e a Inglaterra se veria obrigada a responder, e a guerra continuaria ainda mais forte.

    – Ele patrocinou a viagem do Steve Rog… Trevor justamente por ter reconhecido a Diana, e acreditar que, vendo a desgraça que o ser humano é, se juntaria a ele para exterminar a humanidade. Coisa que poderia ter acontecido, se ela não tivesse passado um tempo com o Steve e a trupe, aprendendo que existe bondade na humanidade.

    O raio foi bem explicado, mas a maioria do cast deu uma cagada. Acredito também que aquele foi o raio de Zeus (a Hipólita diz que ele usou o que restava do seu poder). Ares, e depois a Diana, poderem usar não me parece tão absurdo, sendo eles filhos de Zeus.

    • Mas não ficou ali no fim parecendo que ela absorveu o raio e mandou de volta? Ficou uma edição meio confusa.

      Gostei do ideal do Ares, só que no final ele tinha que se transformar de vez!

      • Manoel Ortega

        FORÇANDO MUITO, diria que o raio representa a força de Zeus. Zeus usou o raio para matar Ares, e quase matou. Ares usar o raio na Diana não causou dano porque essa não era a vontade de Zeus, e apenas serviu para “passar o raio”, que ela usou de volta.

        Mas enfim, só estou FORÇANDO porque gostei do filme, e não quero acreditar que mandaram um “coloca qualquer merda aí” só pra fechar. De qualquer forma, o raio de Zeus não matou o Ares, e duvido que o raio da Diana tenha matado. Veremos mais dele por aí, e espero que melhor retratado.

        • Opa, só pra retificar: eu não acho que eles tenham “colocado qualquer merda aí”. Mas acho que nas constantes reformulações de roteiro, que passam e repassam na mão de muita gente, algumas coisas costumam se perder pelo caminho e acabam ficando um pouco confusas na versão final!

          • Manoel Ortega

            Provavelmente… Tinham que fazer a Diana vencer de alguma maneira, acabaram escolhendo uma versão bem estranha…

      • Eu não curti o ideal do Ares. Acho estranho o DEUS DA GUERRA querer paz na terra, casa no campo e muito verde. Maaas isso pra mim entrou na classificação de “ele é o vilão, com certeza está mentindo pra ela!!”

    • Proust comendo Nutella

      Não faz sentido dizer que a ideia do Ares era mostrar os horrores da guerra pra Diana. Se ele tivesse ficado quieto, era bem provável que o avião conseguisse despejar as bombas assassinas até em Londres e daí ela ia ver os horrores da guerra do mesmo jeito e de forma bem mais segura para os planos do Ares. Ia ser até mais eficaz, porque ela não via ver só uma aldeiazinha (que já estava toda detonada anyway) ser destruída, mas uma das maiores metrópoles do mundo, cheia de civis e longe do front.

      • Proust comendo Nutella

        PS: esse papo do raio ser uma sobra de bateria divina também está estranho.

      • Manoel Ortega

        Mas por que ele fez isso então? Só “porque sim”? Se não faz sentido, diga aí sua opinião.

        • Proust comendo Nutella

          Porque o roteiro do filme é ruim, oras. Você tá perguntando como se todo filme fosse uma coisa que necessariamente é bem feita e se algo não faz sentido é porque a gente não entendeu.

          • Manoel Ortega

            Oooou você está encarando como algo que não faz sentido porque não entendeu. =D

          • Proust comendo Nutella

            Bem, eu refutei sua teoria argumentativamente e propus uma nova que ainda não foi refutada. Se eu não entendi, é só você apontar o furo no que eu demonstrei.

          • Manoel Ortega

            Refutou com “o filme é ruim”. Eu dei a minha visão sobre os motivos do personagem, e sua resposta foi um “nem é”. Isso não é resposta que preste. Mas é resposta comum ao conversar com perfil fake. Melhor deixar pra lá. Abrs.

          • Proust comendo Nutella

            Eu refutei mostrando como o plano funcionaria melhor se ele não tivesse ajudado os próprios inimigos. Aí você se limitou a dizer “não, prefiro acreditar que eu e você é que perdemos algum detalhe”. Afinal, porque pensar que a DC/Warner fez um filme com furos de roteiro, né? Só porque ela fez a mesma coisa em Man of Steel, BvS e Esquadrão Suicida?

          • Proust comendo Nutella

            Pô, já ia esquecendo “conversar com perfil fake”? Apelou pro ad hominem rsrsrsrs.

      • É, mas aí a gente entra num espiral de “e se…” que nunca estará incluído completamente no roteiro de nenhum filme.
        Sua teoria é muito boa. Mas e se o Ares fosse burro e não tivesse pensado nisso?

        • Proust comendo Nutella

          É esse exatamente minha opinião: de que tentaram retratar um Ares insidioso/conspirador, mas os atos dele não corroboraram. Ou seja, isso é um defeito do filme.

    • Ahhhhnnn…. Cara, sua explicação fez mais sentido do que o filme! Quer dizer, eu acho que elas estão certas e agora que você falou, sim, tem toda razão, estão lá no filme. Mas acho que faltou o roteiro frisar melhor essas intenções! Do contrário, a Warner precisa contratar você pra ficar na saída de todas as salas!!!

      • Manoel Ortega

        Hahahaha podiam me colocar de cena extra, já que não teve nenhuma. Mas sério, se tivessem cortado grande parte da luta final daria para colocar mais alguns pingos nos is. Mas ainda existe a crença que fã de herói quer ver explosões, então tá aí, o que resta é tentar criar uma explicação na nossa cabeça.

  • Opa Caruso, sobre começar a ler quadrinhos da DC pelo Reino do Amanhã, vou dar o meu depoimento por quem começou assim, eu sempre fui leitor da Marvel, dos heróis da DC eu só conhecia o que vi nos desenhos e filmes, então quando resolvi começar a ler DC pedi algumas indicações e muita gente falou do Reino do Amanhã e por ter desenhos do Alex Ross eu fui direto nele, olha, acho que se tivesse começado por outro não teria continuado, pois comecei a comprar aquela coleção da Eaglemoss (que parei por causa do valor ridículo de caro que está atualmente) para continuar a conhecer, mas tenho lido mais coisas da DC hoje em dia.
    Sobre o Mulher-Maravilha não ter nenhum easter-egg, sei lá viu, MoS e BvS tem aos montes e são muito criticados, eu adoro os dois filmes, acho que tem mais história e conteúdo que a maioria dos filmes da Marvel, para mim a Warner/DC só errou com o Esquadrão Suicida.
    Agora esse filme com a Gal Maravilha é sem duvida nenhuma o melhor dos 4 filmes desse universo compartilhado, só fez o meu hype pro filme da Liga aumentar mais ainda.

    • Ross é muito fera, tenho o que posso de material dele. Gênio!
      Injustiça e Reino do Amanhã são obras de arte

      • Tenho os dois Tibério, realmente, são obras de arte!!!

        • Taí, Injustiça eu acho mais bacana para um leitor iniciante do que Reino do Amanhã! Um é módulo 1 e o outro é módulo 2.

          • Pô, gente, só agora que eu vi que a gente tá falando INjustiça, mas é JUSTIÇA. Injustiça é o do videogame (que aliás, também é bom pra caraglio)

    • Fala, Bruno! Continuo achando que essa não é uma leitura para “iniciantes”. Você, como leitor da Marvel, por mais que não conhecesse o universo DC, já era um leitor iniciado e provavelmente conhecia boa parte desses personagens de orelhada. Se não isso, já estava familiarizado com um mundo onde pessoas vestem collant para combater o mal representado por outras pessoas de collant. Isso já meio caminho andado para a apreciação da história, que faz uma versão distópica desse tipo de universo.

      E não acho que ter ou não ter easter egg em um filme faça dele um filme bom ou um filme ruim. Mas eu acho que mostra a postura da empresa em relação aos seus fãs, o cuidado e a atenção que ela presta neles. Como quem diz “olha, vou botar um negocinho bacana aqui só pra vocês, tá? Te amo, beijo.”

      • Ah, agora entendi perfeitamente e concordo com você, alguém que não é acostumado com esse universo de gente poderosa com roupa de ginastica, acabaria se assustando.
        Mas como o Tibério comentou, só pela arte do Alex Ross, já valeria a leitura do quadrinho ou fazer como o Catena, que diz ver só as figuras. rs

  • BOÇAMITO PRESO AMANHÃ

    No mdm eu diria que o helvecio cortizou ao contrario fortemente

    • VOCÊ NÃO ESTÁ NO MDM, USE AS PALAVRINHAS QUE APRENDEU NA ESCOLA

      • BOÇAMITO PRESO AMANHÃ

        ME CHUPA

    • GG

      Gostei da montagem não não saquei a piada. Quero zoar o Helvis também. Me explica? 🙂

  • Miguel Nakajima Marques

    Um exemplo de como a representatividade nesse filme atingiu seu objetivo foi a reação da minha esposa ao sair do cinema:
    ” Então é assim que você se sente depois de um filme bom de super herói homem?! Gostei da sensação!”
    Pra mim isso mostra como a faz falta uma protagonista feminina nos filmes de super heróis.

    • Fala pra ela ver Mulher Gato! hahaha
      Brincadeira, não faz isso com ela não!

      • Miguel Nakajima Marques

        Ela não curte filme que causa pesadelos! hehehe

    • Sensacional!!!

  • Acabei de me dar conta… Sugeriram que a Mulher Maravilha deveria ter 3 x 2. Seria interpretada pelo Terry Crews? 😛

    • GG

      Ahahaha! Calma, ninguem falou 3×2. Dissemos “corpulenta”. Ou seja, um pouco mais robusta que a belíssima Gadot. Mas já voltei atrás, como eu ia fazer sem aquele sorriso na minha memória o tempo todo? 😀

      • Mas que eu agora fiquei curioso pra ver como o Terry Crews interpretaria a Diana… 😛

        • Eu não fiquei não…. blerg
          hahahah

  • Luis Henrique Ribeiro

    Show de programa Queridões!!
    Só uma coisa ..ela não pode influenciar a segunda guerra pois ela é uma deusa e na mitologia eles não podem interferir diretamente…ela só foi a guerra para pegar o Ares.. ver que o Homem não é puro, pois o Ares só mostra o que eles são na verdade e perder o homem que ela amava já deixa claro o porque ela virou as costas para a Humanidade.
    Abração

  • Arle Janso Kurogane

    Ouvinte novo direto do Tocantins! Episódio incrível sempre com ótimos convidados! Em breve enviarei um e-mail!

    • Aêêêê!!!!! Bem vindo, Arle!!! Você tem que ouvir os episódios de Ghost in The Shell e Tokusatsus!!!

      • Arle Janso Kurogane

        Já escutei o de GITS só terminar de escutar o Podcrast Wards que escuto o de Tokus. Programas muito divertidos e cativantes, valeu pelo trabalho o

    • Proust comendo Nutella

      [Palmas de boas vindas]

      • GG

        Ahahahaah!

      • Arle Janso Kurogane

        Valeu o Não sem de palmeiras tá tranquilo.

  • Walter Arazi Neiva

    GG, um link para os próximo filmes, para não perder esses 100 anos de história e aproveitar a “vibe” de como terminou este, seria começar a história nova com um “mini” resumo de fatos e acontecimentos. Recurso já usados em outros filmes de heróis (até do Superman, se não me engano).

    • GG

      Não sei, cara. Pra ser assim eu acho que eu preferia que o mistério continuasse. Ou mostra direito, em um filme, ou deixa um mistério pra abordar direito mais pra frente. Senão é queimar acontecimento à toa.

      • Walter Arazi Neiva

        Concordo contigo, parceiro. Mas é a DC e a Warner. Sempre irão pelo caminho mais preguiçoso. Mas ficremos na torcida. Voltei a sonhar em ver filmes bons da DC, como os que vemos na Marvel.

  • Queria deixar aqui minha recomendação de quadrinhos da personagem!

    Procurem por Greg Rucka! O cara fez essa Hiketeia que o Caruso citou no episódio e outras coisas muito legais da Mulher Maravilha, inclusive hoje é responsável pela faze Rebirth da personagem.

    Ah, e curto bastante Terra Um com os traços do Yanick Paquette!

    #ficaadica

    • GUSTAVO MEDEIROS

      O Yanick Paquette se inspirou na Megan Fox? Tá igual! Gostei.

  • voltando aqui depois do jabá do Caruso no MdM, pois não estou a fim de ver Zorra.

    • helvecioparente

      O novo Zorra é bom, mas o Podcrastinadores é melhor!

    • Tá dando mole, “pinto”.

  • “Sou fã, quero service”. Caruso is the new Borgo?

  • Proust comendo Nutella

    A Mulher-Maravilha sabe falar um
    monte de línguas que foram inventadas depois das amazonas terem
    abandonado o mundo dos homens, apesar de não saber nada da história e
    hábitos desse mesmo mundo. Aprendeu lendo manual de montagem de móveis?

    • Proust comendo Nutella

      Se pelo menos não abordassem o assunto, igual o Thor faz, mas ela fala explicitamente sobre isso.

      • Podes crer, nem tinha reparado nesse detalhe…

  • Strider_Tag

    Sò umas correções :
    -A fase em que a Diana tava sem poderes (e com o uniforme branco) foi dos anos 70, e foi escrita pelo Dennis O’Neil. Essa passagem foi homenageada na série pòs-Crise Infinita, na fase do Allan Heinberg (com arte do Terry Dodson), aonde a Diana era agnte do governo com um uniforme branco, e a Donna Troy assumiu o manto de Mulher Maravilha por um tempo.
    -Alguns pedaços da fase do Pérez foram publicadas na DC 2000. A fase com arte do Mike Deodato Jr (que faz parte da fase do William Messner-Loebs) saiu na revista “Shazam”.

    • Opa, vou dar uma olhada nesse material aí!

  • Pedro Paulo

    Helvis, obrigado pela indicação de Sing Street, que FILMAÇO!!! Já deu quase um empate técnico na mente com o Quase Famosos. Dando play e replay direto em The Riddle Of The Model rsrs.

    • helvecioparente

      Não é?
      Quando acabei de ver o filme, fiz um post no facebook e marquei um monte de gente que teve banda comigo em tempos “não profissionais”!
      Pena que não passou no cinema…

      Agora, a comparação com Quase Famosos é difícil.
      Quase Famosos me coloca numa época que sempre gostei, mas nunca foi vivi; Sing Street me traz de volta algo que foi a minha realidade. Detalhes que só quem viveu isso sabe, coisas como o baterista colocar um pano em cima da caixa pra abafar, ou a galera ouvir um som novo e tentar copiar o estilo, ou ir catar um cara novo só porque ele toca o instrumento que você precisa. John Carney deve ter tido uma banda!

      Sorte que tenho espaço pra vários “filmes favoritos de todos os tempos da última semana!”

      • Pedro Paulo

        Você definiu muito bem, pra você a experiência com o filme foi completa, no meu caso os ambos os filmes foram épocas que não vivi, fico muito feliz quando os diretores fazem esses tipos de filmes com tanta sensibilidade, pois mesmo não tendo participado do apogeu do Rock ou dos videoclipes, eu consigo absorver essas referências e entender como isso tudo reverbera no cenário atual, assim como sua importância para os novos sons.

        Já estou caçando os outros filmes desse diretor, e pretendo aprender a tocar algum instrumento logo logo!

        • helvecioparente

          Os outros dois filmes do (Apenas uma vez e Mesmo se nada der certo) cara são legais, mas não são tão geniais quanto Sing Street. Mas vale ver pra conhecer!

  • Presidente Exumador

    Tão bom ouvir o Caruso empolgado com uma personagem pertencente a um universo que realmente tem clássicos…

    • Ué, se você gostou, ouça todos os episódios DA MARVEL!!!!!!!!!!!!!!!
      Desgraçado.

      • Presidente Exumador

        ¯_(ツ)_/¯

  • Eai galera. Parabéns pelas participações especiais do Daniel e em especial da Adriana tava demais. Jogo rápido: 1- que Papinho é esse, de que poderia ter alguma atriz pra ser melhor que a Gadot pra interpretadar a “Maravilha” se ela é a própria, sério, apaixonei, finalmente esqueci a Rey :-p 2- alguém aí se lembra de alguma música tema de herói mais marcante que essa? (Falando de Homem de Ferro prá cá).
    3- torcida agora é: DC continue assim, os fãs de HQs agradecem.

    • Pedro Paulo

      Cara sobre música tema épica dos últimos anos, acho que só a de dois filmes conseguem se comparar: a do Homem de Aço, a cena do primeiro voo com a trilha é muito emocionante, e a dos Vingadores, principalmente no momento em que todos se reúnem pro clímax. E concordo com você, Gal Gadot é a Mulher Maravilha, simples assim. A partir de agora vai ser só alegria no Universo Cinematográfico da DC, aquela nova intro épica que já apareceu neste filme não me deixa mentir!

    • 1 – Esquecer a Rey?!? Aí não!
      2 – Gosto de muitas músicas da Marvel, mas são ótimas, não marcantes
      3 – Minha torcida é que melhore ainda mais!

  • Lose yourself Éneas

    Mas deixando as piadas de lado, otimo cast, o filme da Mulher Marilha foi realmente um suspiro pros fãs da DC que já estavam desesperançosos.
    O filme pra mim comete uns pequenos erros como slow motion exagerado e uns furos de roteiro como aquele da Doutora Veneno na mesa cheio de papeis amassados ela olha pro general “perdi todo o meu trabalho, nada aqui pode me ajudar” e aí sopra um vento e um papel já amassado ela pega, olha e fala “Oh está aqui, essa é a solução”

    • “como slow motion exagerado”
      Obrigado Éneas!

  • Rikum

    Pra mim, Mulher Maravilha (2017) entra para a galeria dos ótimos filmes de super-herói. Eu diria que esse filme quase foi para a Mulher Maravilha o que Batman Begins foi para o Batman, e se a obra prima foi o segundo filme da trilogia (The Dark Knight), tenho esperança que a sequencia da amazona também possa ser comparada em questão de epicidade…

    • Esse ponto de vista renova minhas esperanças! Um brinde aos segundos filmes melhores que os originais!

  • bigode_de_espanar_piroca

    Ô Caruso, me faz um favor? Se muda logo pro Mdm, mas antes impõe a condição de que o Nasic seja demitido? Valeu, bjs

    • Que mané se mudar pro MdM! Cada um que me aparece…

  • Amanda De Almeida Santos

    ótima analise, parabéns pessoas!

  • Pedro Paulo

    Pra comemorar o sucesso de bilheteria da Mulher Maravilha, vou deixar aqui essa imagem feita por uma boa alma, que conseguiu decifrar grande parte dos personagens apresentados na nova intro dos filmes da DC.
    https://uploads.disquscdn.com/images/21a2dadf125637a24a79801eaacbe33ae509a0eced15884e123d02b152fef20b.png

    • Show! Mas quero ver isso aí na tela!! 😉

      • GG

        Caramba! Parabens pro autor dela.

  • Marcelo Mesquita

    Gostei muito do filme, parece até que é da Marvel de tão bom!!! Esse podcast então ficou muito engraçado!!!

    • Olha aí o Marcelo comprando briga com os fanboys da DC…
      Hahaha