Podcrastinadores.S04E22 – Séries que adoramos mas ninguém conhece

Sabe quando você entra naquele momento de fuçar coisas novas, e encontra uma série legal para ver? E mais, percebe que ela é muito melhor do que parecia, mergulha de cabeça e assiste tudo o que pode, mas… nenhum dos seus amigos conhece e você não consegue conversar sobre ela com ninguém? Mesmo tentando convencê-los, ninguém se dá o trabalho de ver a sua nova série favorita?

Esse é o episódio de hoje do Podcrastinadores: séries que adoramos mas ninguém conhece. Além do bate-papo divertido de sempre, você vai ter várias dicas de boas séries para passar todos os dias até o final do ano ocupado na frente da televisão.

Com a ilustre presença de Fernando Caruso, Gustavo Guimarães, Helvécio Parente, Rodrigo Montaleão, Tibério Velasquez e o radialista João De Carvalho.

Não deixe de comentar aqui com a gente quais séries você já conhecia/gostava, e dizer qual é a SUA série desconhecida que ninguém conhece.


Links comentados nesse episódio:


Um agradecimento a todos que suportam os Podcrastinadores, especialmente aos nossos padrinhos Abner Oliveira, Alan Almeida, Alexandre Calavari, Alexandre Cavalcanti, Alexandre Mendes, Alexandre Moraes, Anna Cruz, Bianca Ramos, Camila Gildo, Carolina Lindoso-Neet, Caio Luiz Daemon, Carlos Eduardo ValesiCésar Albuquerque Lima, Dener Wilian, Dierly Cordeiro, Eder Fabio Ribeiro, Eduardo Starling, Eduardo Tomazett, Elieverson Santos, Emílio Mansur, Felipe Rodrigues, Felipe Zabin, Fernando Althof, José Maria Leite, Leandro Medeiros, Leandro TiefenbarherLionel Leal, Lisbino Carmo, Luis Alfredo Lopes, Luis Garavello, João Elias, Marcelo PetegoMarco Antonio Linares, Marcos Alves, Mario Rocha, Odirlei Fidelis, Otavio Oliveira, Pedro Paulo Pereira, Rafael Baldo, Ricardo Pires Ferreira, Rogério Bittencourt, Sérgio Salvador, Sidnei SantanaThiago Cordeiro, Thiago Freire, Vitor Teixeira, Willian Castro, Wilson Santos e Ygor Souza.

Ajude a manter o nosso podcast você também. Até com 1 real você ajuda a aliviar nossos custos fixos. Entenda melhor como ser nosso padrinho aqui, e tenha nossa gratidão eterna, além de alguns outros benefícios que você descobre clicando no link. 🙂


Participe você também escrevendo pra gente: [email protected]
Queremos saber quem é você que nos ouve: vá em facebook.com/podcrastinadores e mande seu Like lá.
Podcrastinadores.S04E22 – Séries que adoramos mas ninguém conhece

  • Lucas Dias

    “Serie” que eu curtia, na verdade MICRO Serie e que nunca vi ninguém falar sobre foi o “Hornblower” o ator principal era o Ioan Gruffudd que era o Senhor Fantástico do Quarteto de 2005

    • Lucas Dias
      • GG

        Essa eu não conhecia, mas ele fazia Forever, de um médico legista imortal. Legalzinha ela. Vi toda a primeira temporada.

        • Lucas Dias

          Sim.. vi esse também, bem bacana. Esse que postei é bem antigo passava logo na época da Direct TV. kkkk

    • Cara, realmente essa nunca ouvi falar.

  • Stone Garou

    Helvécio, tamo junto. Ash vs Evil Dead é bom sim. E em relação aos filmes, prefiro o 2º do que o 1º, e o 3º não gostei muito. Pra mim ele destoa muito do tom dos outros dois filmes. Porém, Ash vs Evil Dead é o espirito dos primeiros filmes revigorado. Série Trash! 😀
    Flesh and Bone é uma boa mini-série com qualidade de cinema. Não é pra todo mundo, assim como outra série que foi citada durante o podcast por um dos participantes, que já demonstrou um gosto peculiar para alguns filmes em podcasts passados admito. Longe de mim citar nomes aqui. . . (Helvécio cof, cof). Se algo não for do seu agrado, não necessariamente é ruim. ಠ_ಠ Não é mesmo, Caruso e companhia?! rs’
    Achei a proposta de Inside Amy Schumer interessante. Já está na minha lista pra conferir depois.
    Recomendo a vocês um desenho chamado “Rick and Morty”. Tem humor negro e acho mais engraçado que BoJack Horseman, que aliás, é um desenho muito bom. No momento Rick and Morty tem duas temporadas e estão trabalhando na terceira. Vale a pena. E, da uma chance GG, onde esta sua criança interior cara? Desenhos podem ser legais também hahaha

    P.S. Vocês podem por o nome da música e banda (que toca no final do programa) no post dos podcasts futuros?

    • helvecioparente

      Ash vs Evil Dead é genial. Não sei como esses tais de podcrastinadores não curtem…
      😛
      Qual outra série que citei?

      • Stone Garou

        Nenhuma, ainda estava falando de Ash vs Evil Dead só que nas “entrelinhas”. Porém, parece que causou um mal entendido 😛
        Os outros podcrastinadores não tem bom gosto hahaha

    • GG

      Tambem fui conferir o Amy Schumer, e tem sim o seu valor. Já estou acompanhando. E Flash and Bones podia passar no cinema em 8 partes que eu veria. 🙂

      Sobre a música final, a desse episódio é a Space Truckin, do Ministry.

    • E em relação aos filmes, prefiro o 2º do que o 1º, e o 3º não gostei muito. [2]

      Sobre Rick and Mort, acho que tem outra pegada do que BoJack, difícil comparar.

      Valeu Stone!

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Sobre os filmes fico na ordem de lançamento: 1, 2, 3. E ainda insisto que a maquiagem de demônio da mina do porão no filme original é uma das coisas mais assustadoras de toda a história do cinema.

    • Caraca, comecei a ver Rick and Morty ontem! Tô achando bem bacana, em particular nessa zoação que eles fazem com De Volta pro Futuro e a relação Dr Brown e Marty! A primeira temporada entrou no Netflix. Excelente pra ver descompromissadamente. E a voz do Rick é o Dan Hammond, criador do Community, uma das minhas séries mais preferidas de todos os tempos!

      • GG

        Tem na netflix também esse Rick and Morty?

  • Classe média caridosa.

    Porque as séries indicadas sempre tem algo sobre um cara fracassado que se acha ?

    • GG

      Nem todas, meu caro, nem todas. 🙂

    • Porque é engraçado! hahaha

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Rsrsrsss.. deve rolar alguma identificação desse bando de Nerd (nós) com os fracassados. Só acho…. 🙂

    • Ei, a minha não tinha!!!

      • Classe média caridosa.

        Tem a mulher destransavilizada ..

  • Marcos Vinícius Feijó

    Se ninguém falou “The Leftovers” ou “Fargo”, o bicho vai pegar!

    Vou escutar pra ver, hein

    • GG

      Xiiii…

      • Marcos Vinícius Feijó

        É triste saber que tem tanta série boa no mundo e não há tempo o suficiente pra assistir todas.

        • helvecioparente

          Triste verdade. O mesmo sobre filmes…

        • Marcos, eu tenho um grande problema na minha vida que é ser um nerd eclético. Aí tenho que jogar video grame, ler livros, ler quadrinhos, ver séries e filmes.

          E como fica o resto? Deve ser por isso que não tenho filho ainda. uHAUHUAHUA

          • Rodrigo “Rod” Montaleao

            TIbério, eu sou assim também e ainda tenho filho. A coisa é complicada. Ainda bem que nunca gostei de dormir mesmo, porque só ficando virado pra fazer tudo.

      • Parece que a sua série foi left over…

  • Marcos Leandro

    Fala, galera do Podcrastinadores!
    Mais um excelente episódio, em?

    Primeiramente, agradeço demais a indicação, fui pego de surpresa!

    Sobre o Sons of Anarchy, a série é muito boa e já tem as 7 temporadas no Netflix.
    É bacana nem só pra quem curte o mundo do motociclismo, mas pra quem curte uma boa série de ação, crimes e policiais.
    Um dos criadores da série, Kurt Sutter, também é produtor, escritor e diretor de The Shield, uma excelente série que conta a história de um policial corrupto, como tudo o que faz acaba se voltando de alguma forma contra ele e o quão difícil fica deixar a corrupção depois de envolvido.
    É uma séria que pouca gente conhece, mas que gosto muito.

    Fiquei com muita vontade de assistir a Life’s Too Short. Vou pesquisar pra poder começar a ver!
    Nunca quis assistir a Bojack Horseman. Até gosto de desenhos, sou viciado em Simpsons e Family Guy, mas o Bojack Horseman nunca me chamou atenção.
    Depois da indicação de vocês eu vou assistir.

    Ah, Jorrada Nas Estrelas eu nunca assisti, vou procurar também!

    Quando Friends estava em alta, passava no Eurochannel uma série britânica chamada Coupling.
    Era bem parecido, com uma turma de amigos e que focava bem nos relacionamentos entre eles.
    Gostava bastante também, mas era muito pouco conhecida, e nunca mais a encontrei.

    • GG

      Ou seja, você se interessou por todas as indicações menos a minha, é isso, né?
      Humpf. >:/

      • Marcos Leandro

        Não é isso não!
        Vou procurar por todas… Ou quase. Jane the Virgin não me pareceu muito hetero. 😆

        • Rodrigo “Rod” Montaleao

          Mas..mas.. É tipo novela. Mexicana….

          Ok, pode não ser muito hétero, mas garanto que é divertida. 🙂

      • Todas as boas!

      • Não, porque ele também não se interessou pela minha….

    • Aí Marcos, eu curto muito Family Guy, American Dad e Simpsons, mas BoJack é um pouco diferente. Talvez ela pareça mais com “F is For Family”…

      Sobre Life’s Too Short, é molezinha. No Netflix tem a primeira e única temporada de 7 episódios de 25 minutos cada. Tem um documentário sobre como foi feita que voce pode pular, mas no próprio Netflix tem outro “Life’s Too Short” só que “Special”! Esse é um oitavo episódio de 50 minutos que se passa um tempo depois, mas é a mesma pegada.

      Abraço.

  • sapobrothers

    Acho que por eu nunca ligar muito pra Evil Dead (os filmes originais), a ponto de até preferir o terceiro (tem viagem no tempo e isso conta pontos a favor), não liguei muito pra série, apesar de achar legal (mas lá pela metade eu já estava aborrecido com o andamento). E eu ia comentar sobre a participação da Xena mas acho que ia soar meio sexista… 😛

    • Hahaha sei que ninguém perguntou, mas eu curto mais o Evil Dead 2. 🙂

    • helvecioparente

      A série é tão boa que esqueci de fazer o comentário sobre a Xena na última cena…

  • Gustavo Sena

    Gente, eu tbm assisto Jane The Virgin e Ash Vs. Evil Dead, e ambas são realmente muito boas! kkkkkk

    • Você e o Rod no MUNDO TODO

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      O Gustavo Sena sabe das coisas! O lance é esse, atacar por todos os lados. Sempre vamos ter coisas legais pra ver. 🙂

      • Gustavo Sena

        Vdd! Nunca se sabe onde podemos achar as melhores séries, já tive preconceito até com Game Of Thrones por achar “modinha”! Um grande erro, vejam só vcs.

      • “Atacar por todos os lados”, disse o fã de Jane The Virgin.

  • Gabriel Andrade

    Gente que magoa é essa!? kkkkk Ash vs Evil Dead é uma série muito boa e incrivelmente divertida, além de tecnicamente muito acima de Fulana a virgem que é um porre… sério eu não entendi o que aconteceu aqui.. #confuso

    • Gabriel, não podemos perder a chance de perturbar o Helvis, ele estando certo ou não. Já dizia o filósofo: não perca a piada, perca o amigo. hahaha

      • helvecioparente

        Gabriel, eles não sabem de nada… Bora começar a campanha #PodcrastSobreEvilDead ?

  • Darth Paul Poor Traaais

    Como sempre o GG nunca me decepciona! Sugerir “Flesh and Bone”, praticamente um Game of Sapatilhas, foi sensacional! Continue assim aprendiz e em breve será aceito pelo Lado Escroto da Força!

    • GG

      Ahahaha! Game of Sapatilhas foi ótimo! Pô, aquelas sugestões tavam censura livre demais. Precisei trazer um pouco de emoção pras pessoas. 🙂

      • Rodrigo “Rod” Montaleao

        Emoção? Eu falei de uma série que é quase uma novela mexicana. Ela VIVE de emoções e drama, mesmo sendo uma série de comédia. 😉

        • Darth Paul Poor Traaais

          Definitivamente o seu conceito de “emoção” não está alinhado com o Lado Escroto da Força. Mas esperar o que desses adeptos mal treinados?

        • Cacete, Rod! Desapega, cara! Tá ganhando comissão???

      • helvecioparente

        Censura livre? Ash vs Evil Dead tem sangue, gore e a Lucy Lawless pelada!

        • Clemerson R Campos

          o engraçado é venda das séries, do jeito que o GG falou parece que a série de Ballet é mais sangrenta que Ash…

          • GG

            Sangrenta não é. Mas é mais tensa. 🙂

  • Taxista da seriedade

    Fala galera,
    vim só pra marcar presença mesmo e mandar um abração para todos.
    Já adicionei todas as sugestões à minha lista e vou obrigar a patroa a desistir de gastar esse final de semana pra ficar assistindo comigo.

    Até mais

    • GG

      Não esquece de contar pra gente o que achou delas! 🙂

    • Keilla Teixeira

      Seu nick é excelente

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Jane The Virgin tem a primeira toda no Netflix.. fica a dica. 🙂

      • Benedito Portela

        Eu vi com minha esposa, ela adorou, é novela mexicana demais, mas eu acho muito engraçado o pai dela, ele é canastrão nas novelas, e nesta serie ele esta sendo mais canastrão, é fazer comedia com ele mesmo, o ator, o estereotipo do galã, isto eu achei demais! rs

  • Keilla Teixeira

    Vim aqui falar isso. É o Jaime Camil. Não sabia dessa da mãe dele

  • Carla Gois

    Gentem, que música incrível é essa da abertura??
    Adorei as indicações! Nenhuma delas eu conhecia, e se tivesse visto por aí não teria me interessado. Mas eu fiquei curiosa com todas, menos a de terror. Desculpazinha, Helvecio! 🙂
    Bjks!

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Valeu, Carla! O lance foi termos sugestões bem diferentes entre si, pra agradar todos os gostos. E só pra registrar que o #ChupaHelvecio continua firme e forte. 😉

    • GG

      Oi Carla! Legal ela, né? É a Hush, do Deep Purple.
      E sobre a série do Helvis, a trilha sonora é a única coisa que se salva nela. 😉

      • Wary

        E essa musica de abertura do podcast, é de vocês? É muito boa.

  • Homem Que Não é Possível

    Vão se lascar!
    Ash Vs Evil Dead é foda demais!
    Como uma série em que o lema do herói é “Atirar primeiro, pensar nunca!” pode não ser foda! Não perco um episódio!

    Ótimo episódio!
    Podcrastinadores está cada vez melhor!

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Na verdade a coisa acabou virando um bullying coletivo com o Helvis. Eu mesmo gosto da série e dos filmes, mas como o GG estava tão indignado (e o Helvis perturbou tanto com a série), acabamos aproveitando pra zoar.

      E a ideia geral era trazer séries bem diferentes entre si, tanto que tivemos pra todos os gostos ali. Abs!

      • Homem Que Não é Possível

        Eu sei… E além do mais, nem todo mundo gosta da trasheira!

        • helvecioparente

          Caro Homem que não é possível, não ouça esses caras que não veem Evil Dead mas perdem tempo com novela venezuelana e balé.
          Vida longa ao trash!

      • Zoar o Hélvis é melhor do que qualquer série!!

  • Rodrigo “Rod” Montaleao

    Caramba, não sabia disso. Melhor ainda então ele REALMENTE ser um ator de novela mexicana e interpretar um na série usando e abusando de todos os esteriótipos. Eu confesso que não gosto de novela mexicana em si mas a série me pegou. E o Rogelio é um dos meus personagens preferidos.

  • Star Lorde

    Galera, a parte do Helvécio é de 46:34 a 56:00 pra quem quiser pular.

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Hhaahauauauhuaha… o bullying não pode parar!!! #ChupaHelvecio

    • A gente não tem esse luxo durante a gravação…

    • helvecioparente

      Ou pra quem quiser ir direto pra melhor sugestão.
      São duas formas de se ver…
      😉

  • Pedro Paulo

    Caramba vocês abriram o sótão mesmo, com exceção de uma ou outra, pegaram muita coisa fora do mainstream, me surpreendi de ver citado aqui Jane The Virgin e Inside Amy Schumer, tinha um preconceito com relação a essas séries mas agora estou curioso pra ver depois do que vocês falaram assim como Life’s Too Short. Eu havia assistido BoJack Horseman e Ash vs Evil Dead, sendo que gostei apenas da última pois o humor do BoJack não faz meu estilo, e o Ash vs Evil Dead como o Helvécio disse é realmente muito boa, com aquele trash velha guarda que havia se perdido com excessivo uso dos efeitos digitais das produções atuais, sem falar do humor canastrão e autorreferenciado do protagonista que é meu herói favorito dos anos 80 superando por pouco o Highlander, enfim a série é um presente pra quem estava a espera de uma continuação da saga. Agora Flesh and Bone me deixou intrigado pela descrição do GG, vai ser a primeira que eu irei conferir. Queria deixar aqui duas séries como sugestão: Black-Ish que é uma sitcom honesta sobre uma família de negros que conseguiram ascender a classe média alta mas que lutam para manter suas raízes e não perderem suas identidades culturais de uma forma bem humorada e até levemente dramática, e a outra é Black Mirror que se trata de uma ficção especulativa em que eles analisam a nossa sociedade atual com relação novas tecnologias utilizando como plano de fundo um futuro que podemos viver daqui a alguns minutos se não tomarmos cuidado, cada episódio tem um tem um elenco diferente e uma realidade diferente, cada episódio choca pelo fato de parecer tão perto de acontecer ou já estar acontecendo, tem duas temporadas com três episódios cada uma, e uma terceira temporada que sairá esse mês pela netflix, fica a dica galera!!!

    • GG

      Boa, Pedro! Depois volta aqui pra contar pra gente o que você achou!
      E Black Mirror tá na nossa fila pra fazer um episódio dedicado a ela! 🙂
      Vou conferir essa Black-ish. Qual o canal lá nos EUA, você sabe?

      • Pedro Paulo

        Então GG, Black-ish é exibida pela ABC, tá na terceira temporada, sendo que a primeira está disponível na netflix, é naquele esquema que o primeiro episódio já te mostra pra que ela veio. Fico muito feliz de saber que está nos planos de vocês um episódio dedicado a Black Mirror, tem muita coisa que da pra se explorar, ainda mais com seis episódios novos a caminho.

    • Black Mirror é excelente!!!

  • Carla Gois

    Só quero dizer que eu acabei de ver o piloto de Flesh and Bone. E posso dizer que a minha noite já era. Não vou conseguir dormir sem ver os outros.
    Magnifico! Que produção estupenda! Como você achou isso, GG?

    Ah, e antes eu vi o tal da Amy Schumer. Adorei! Vou ficar intercalando os dois agora. Primeiro eu rio, depois fico tensa, e vou trocando até uma delas acabar. Aí eu devo ver a do Rod na sequência.

    Obrigada pelas dicas! Bjks!!

    • O Lado Negro precisa do Lado da Luz…

    • GG

      Aêêêê!! Enfim alguém que não tem medo de desafios! 😀
      Eu achei por aí. Lendo sobre críticas em fóruns gringos.

      E eu também comecei a ver o da Amy Schumer, e curti também. Preencheu minha cota de comédia, que estava vaga há muito tempo. 🙂

  • Rivelino Cruz Do Nascimento

    Bom tema e se Seriados de uma unica temporada entra no quesito desse post da minha parte eu diria a Trash Mulher Gato ( assim traduzindo no SBT e é verdade eu gostava desse seriado kkkkk) e promissora e milionária Terra Nova mas se não valerem por se uma serie de uma única temporada eu indicaria uma serie já terminou e que infelizmente não tem na netflix chamada Chuck (Que acompanhei suas 5 temporadas graças ao sbt) e das Series indicada eu não consigo gostar de Bojack e indicação do Gegê parece ser promissora …. onde posso assistir pelo menos o piloto da serie ?

    Abraço e já no aguardo do próximo episódio e espero que seja um episódio nostalgico ….

  • E aí pessoal, tudo bem?

    Vim por indicação do Marcão, do Rota66cast. Curti muito o podcast de vocês. Parabéns pela edição. Um dia eu chego lá, rs.

    Abraço!

    • GG

      Valeu, Bruno! Puxa uma cadeira, come uns biscoitinhos, que tem bastante coisa pra você ouvir na fila. 🙂
      Dica: clica em “episódios” e usa os filtros pra você escolher uma primeira leva do que ouvir. Vai ser um adianto pra você. 😉

  • Clemerson R Campos

    Conheci o Podcrastinadores a
    pouco tempo
    e estou realmente fascinado. Felizmente tenho 3 anos de atraso
    para recuperar.

    Sobre as séries, Ash vs Evil Dead e Bojeck já estão na minha lista de espera. Preciso apenas ser demitido, que minha mulher me largue e eu fique deprimido e então vou
    conseguir assistir tudo. Espero que não.

    Sobre a série da Amy Schumer, me pareceu bem legal, essa vai ser fácil assistir, pois me parece ser uma séria igual a “Keep up with the Kardashians”, acompanha uma mulher com um traseiro enorme que as pessoas admiram e mostram ela em varias cenas montadas mas que tentam dar a impressão de ser de verdade. Muita chance da minha esposa gostar.

    A série do Anão parece ser basicamente a mesma coisa, com um Anão, mas uma observação importante, Ricky Gervais, que participa da série foi em 2006 o recordista de downloads de um PODCAST com o Ricky Gervais Show. 4,5milhões de downloads para um único episódio.

    Agora sobre Flesh and Bone, apesar de parecer ser um spinoff de Grey’s Anatomy, foi a série que mais me deixou curioso, mas não tenho paciência para assistir e fui buscar um resumo para entender. Deixo então meus parabéns para quem recomendou, pois
    essa série é extremamente “ninguém vê, somente eu”, nem resumo no Wikipédia
    tem, para saber qual era o tal segredo da personagem reuni 4 ou 5 matérias de
    blogs de ballet de todo lugar do mundo falando sobre o assunto.
    Outro detalhe legal é o nome da personagem principal é Claire Robbins e este é o
    nome de uma atriz porno, foi legal procurar informações sobre a personagem
    no trabalho. MANDEI BEM.

    • Eeeeeeeitaaa! Amy Schumer não tem NADA a ver com essa descrição!!! hahahahahahahahah Acho que taaaaalvez vocês fiquem um pouco decepcionados…

      • Clemerson R Campos

        Conseguindo mudar de canal eu já fico feliz! Haha

    • GG

      Peraí, você preferiu vasculhar a deepweb pra saber o segredo por trás da protagonista, do que ver a série conforme indicado? Não era mais legal e mais facil fazer do jeito certo? 🙂

      • Clemerson R Campos

        Até achar e até ver ia ser muito demorado! Minha curiosidade não me dá o privilégio de fazer as coisas certas. Eu me envergonho disso =(

        • GG

          Você é o cara que come a cereja do bolo e joga o bolo fora. 🙂

          • Clemerson R Campos

            Jogar fora não! Mas começo pela cereja!
            Eu tb me envergonho de comer o bolo todo =(

  • JJota

    Que eu assisto, curto, mas nunca vi ninguém falar sobre?

    Acho que só Spaced mesmo.

    • Opa, agora que li, Spaced era legal.

  • Marciômega Red

    Comentário atrasado: olha o submundo do balé do Gustavo Guimarães https://www.youtube.com/watch?v=wugWGhItaQA

    • GG

      Ahahaaha! Pô, a série não é nada disso. 🙂
      E West Side Story é ruim demais. 🙂

  • Murilo Ominus

    Bojack Horseman é muito bom!

  • Patricia Giovanetti

    Queria deixar a recomendação de uma série que talvez só eu curta: Grimm. Pra quem gosta de fantasia misturada com um pouco de terror, vale a pena!!

    Ah, e Ash vs Evil Dead é bom sim!!!!

    Conheci o podcast há pouco tempo e to adorando!!!

    • Obrigado Patricia, depois diz pra gente o que achou dos outros episódios!

      Grimm é uma boa sim!
      Mas só pedimos para que não alimente o ego do Helvecio. 😉

  • Murilo

    Assistam galavant, misfits, community, e spaced. ótimas séries XD

  • favettagiovanna

    Gente não sei se vcs leem comentários de programas antigos mas td bem,, acabei de terminar de ver Flesh and Bone, primeiro que série foda, ótima dica, super viciante. Apenas algumas ressalvas. Primeiro que pelo programa eu tinha entendido q o pai dela tinha feito alguma coisa com ela e essa era a treta, e fiquei esperando isso na série e era algo totalmente diferente haha. Segundo que achei q algumas coisas ficaram em aberto no final, como por exemplo mais detalhes do passado dela, o que aconteceu com a mãe, o que aconteceu em detalhes com o irmão, e como ela ficou tão boa no balé, msm ficando parada por um tempo, imaginei q fosse mostrar ela treinando sozinha ou algo do tipo pra explicar, e é claro o desfecho das cenas finais, que senti falta de algo a mais ali. Torcendo pra uma próxima temp com explicações.
    É isso, vcs são uns lindos, o programa é ótimo, abraços

    • Lemos sim!! As vezes pode passar fora do radar ou não responder logo logo, mas a gente tá sempre lendo tudo. 😉

      Eu comecei a ler seu comentário, mas aí começou a falar da série e, como não vi tudo ainda, resolvi passar direto pro fim pra não ler spoiler. hehehe

      Obrigado! Pode escrever sempre que quiser!

      • favettagiovanna

        A td bem, tentei não dar spoilers, mas terminei de ver a série e precisava falar sobre a série e vcs são os únicos que viram haha

        • GG

          Tá vendo? Essas dicas que ninguém mais conhece você só ouve aqui! 😀

  • YorkshireTea

    Estou escrevendo um comentário meses depois deste programa. Não sei se vocês terão tempo de ler, mas, em todo o caso, ficam aqui os meus comentários e sugestões. É um comentário bem longo…

    Entendo a proposta de vocês. Precisavam falar de séries, em tese, pouco divulgadas, mas acessíveis. Faz todo o sentido. Mas, pela chamada, achei que vocês fossem falar de séries realmente desconhecidas (ou muito pouco conhecidas). Eis aqui algumas sugestões:

    1) I, Claudius

    Para quem gosta de literatura e séries, recomendo muitíssimo os livros de Robert Graves sobre o Império Romano, indo do apogeu de Augusto à ascensão de Nero, tendo por protagonista o imperador Cláudio. Essa ficção histórica foi dividida em dois livros: “I, Claudius” e “Claudius the God”. Eles deram origem a uma das melhores minisséries já produzidas pela BBC: “I, Claudius” (1976). Desfilaram por essa premiadíssima minissérie, que revejo pelo menos uma vez por ano, nomes como Derek Jacobi (Cláudio), Brian Blessed (Augusto), Siân Philips (Lívia), John Hurt (Calígula), Margaret Tyzack (Antônia), George Baker (Tibério), Patrick Stewart (Sejano – atuou de peruca) e Bernard Hepton (Pallas), entre outros. Tive a sorte de descobrir a minissérie logo depois de ler os livros, já se vão 20 anos. Estava disponível no Hulu, mas saiu do catálogo. Agora, está disponível na Acorn TV (que pode ser assinado isoladamente ou como um add-on da Amazon americana). É importante ressaltar que esta não é uma série de ação. É quase um teleteatro. São aproximadamente 13 horas de atuações primorosas. Guardadas as diferenças de época de produção, seria mais ou menos uma continuação de Roma (HBO). É possível encontrá-la no You Tube com legendas em português.

    2) Tinker Tailor Soldier Spy (O Espião que Sabia Demais, 1979) & Smiley’s People (A Vingança de Smiley, 1982)

    Estas são para quem gosta de Guerra Fria e espionagem. São duas adaptações da BBC da Trilogia Karla do John le Carré. Sim, originalmente, eram três livros (os dois e The Honorary Schoolboy – Sempre um Colegial), mas o livro do meio acabou não virando minissérie por contenção de custos (parte da ação se passa no Sudeste Asiático). A estrela das duas minisséries é Alec Guinness (George Smiley). A primeira “temporada” é sobre a busca de um “mole” (espião infiltrado) no seio do MI6 (braço do Serviço de Inteligência Britânico que cuida da espionagem e contraespionagem no exterior). A inspiração clara foi o escândalo real da espionagem dos Cambridge Five (Cinco de Cambridge), uma rede de espionagem da KGB que estava infiltrada no mais elevados escalões da elite – e dos serviços de inteligência – britânicos. Não tem absolutamente nada a ver com James Bond. As cenas de “ação” também são muito limitadas. O que interessa aqui são os diálogos e a atuação. Além de Guinness, estão Siân Philips (Ann Smiley), Bernard Hepton (Toby Esterhase) e Patrick Stewart (Karla) – que também estão no I, Claudius –, Anthony Bate (Oliver Lacon), Ian Richardson (Bill Haydon), Ian Bannen (Jim Prideaux) e Beryl Reid (Connie Sachs). Smiley’s People é a conclusão do embate entre Smiley e Karla e, além de Alec Guinnes, Siân Philips, Bernard Hepton, Patrick Stewart, Anthony Bate e Beryl Reid, repetindo os mesmos papéis, tem o impagável Michael Lonsdale (Anton Grigoriev), Mario Adorf (Claus Kretschmar) e Alan Rickman (Mr. Brownlow) fazendo uma ponta. Infelizmente, não está disponível para streaming no Netflix/Hulu/Amazon, mas tem no YouTube (sem legenda, o que acaba limitando o alcance).

    3) House of Cards

    Para quem gosta de House of Cards, recomendo assistir à série original da BBC (de mesmo nome), que foi estrelada pelo Ian Richardson (Francis Urquhart). Para o meu gosto, dá de dez a zero na releitura americana. São três temporadas (começo, meio e fim sem enrolação) e parece que está no Netflix brasileiro.

    4) Survivors (1975-1977)

    Esta é mais uma minissérie da BBC do século passado. Para quem gosta de distopias pós-apocalípticas e catástrofes é sensacional. É mais uma série do galês Terry Nation (Doctor Who, Blake’s 7, The Avengers, The Saint, etc.), sobre uma epidemia que mata quase toda a população do planeta e acaba resultando numa volta à sociedade pré-industrial (não há eletricidade). Houve uma refilmagem (incompleta) em 2008 de nome idêntico que chegou a estar disponível no Netflix brasileiro (hoje, só pode ser encontrada em Gibraltar, Irlanda, Malta e Reino Unido). A original tinha no elenco Carolyn Seymour (Abby Grant), Ian McCulloch (Greg Preston), Lucy Fleming (Jenny Richards) e Denis Lill (Charles Vaughn). Trata-se de um grupo de pessoas das mais variadas origens que tenta se organizar e sobreviver num mundo onde a lei do mais forte passa a imperar. O objetivo deles é tentar reconstruir a sociedade. Infelizmente, não consegui encontrar em nenhum serviço de streaming (não tem nem no Britbox – um serviço de streaming da BBC e da ITV disponível nos EUA). Procurando na Internet, dá para encontrar a série completa, mas não tem legenda (nem em inglês).

    4) Séries escandinavas

    Há uma montanha de séries excelentes produzidas na Escandinávia recentemente. A maioria delas policial. Trapped (Islândia – Amazon americano e Netflix canadense), Fortitude (apesar de ser uma produção britânica, foi filmado na Islândia e se passa em Svalbard, um arquipélago norueguês no Oceano Ártico e pode ser visto na Amazon), Wallander (versão sueca, Netflix americano, britânico e irlandês).

    Enfim, poderia ficar horas escrevendo sobre inúmeras outras séries sensacionais que, infelizmente, acabam não chegando aqui. Isso tem muito a ver com o fato de serem antigas e terem um ritmo mais lento e cadenciado. Algo com o que o público mais jovem de hoje em dia não está mais acostumado. Uma pena.

    • Só um pouquinho grande o comentário 😂
      Mas realmente por aí, queríamos falar de séries que não estão no mainstream dos hypes e mídias sociais, mas que pudessem ser vista sem dificuldades.

      Vou anotar as séries aqui e se ver algo, volto a comentar. I, Claudius sei que conta a história da família. 😉

      Não conheço nenhuma delas. Claro que House of Cars e Survivor eu vi as versões recentes, mas de 70’s? Nem tava vivi ainda.

      Obrigado pelo comentário York!

      • YorkshireTea

        O House of Cards é do início da década de 1990 (1990-1994) e é baseado numa série de livros de Michael Dobbs, um ex-político britânico do Partido Conservador que fez parte do governo do John Major e do de Margareth Thatcher. E o protagonista é do Partido Conservador. Na versão norte-americana, inverteram os fios e transformaram o protagonista num político do Partido Democrata em vez do Republicano.

        Uma curiosidade sobre o Calígula. Ele detestava ser chamado de Calígula (literalmente, “botinha de soldado”), um apelido de infância. Ele preferia ser chamado de Gaius Julius Caesar Germanicus. O pai, Germanicus, havia sido um general muito popular e querido, que morreu muito cedo (envenenado). A idéia do Calígula era justamente ver se conseguia pegar por osmose um pouco da boa reputação do pai.

        Outras curiosidades: Patrick Stewart teve de usar peruca em I, Claudius. Já nas duas minisséries sobre espionagem, ele entra mudo e sai calado. Mas o “diálogo” dele com o Alec Guinness, no qual só este fala, é sensacional.