Podcrastinadores.S04E17 – Esquadrão Suicida

Depois de Batman vs Superman, a DC/Warner chega aos cinemas com o badalado Esquadrão Suicida! O maior hype das últimas semanas chegou ao cinema e o Podcrastinadores não podia deixar de falar do terceiro maior filme de super-heróis do ano.

Vamos conversar sobre essa equipe de anti-heróis desde os quadrinhos, passando pelas referências no filme. O que funcionou, o que não funcionou… heróis ou vilões? Jared Leto é realmente o novo Coringa? Pistoleiro ou Arlequina? Esses e outros assuntos debatidos com o bom humor de sempre com Fernando CarusoHelvecio Parente, Rodrigo MontaleãoTibério Velasquez e o convidado Felipe Morcelli.

Ouça e comente!
Links relacionados a este episódio:

Agradecimento a todos que suportam os Podcrastinadores, especialmente aos nossos padrinhos Alan Almeida, Alexandre Mendes, Anna Cruz, Bianca Ramos, Camila Gildo, Carolina Lindoso-Neet, Caio Luiz Daemon, César Albuquerque Lima, Dierly Cordeiro, Eduardo Starling, Eduardo Tomazett, Elieverson Santos, Emílio Mansur, Felipe Rodrigues, Felipe Zabin, José Maria Leite, Leandro Medeiros, Lionel Leal, Lisbino Carmo, Luis Alfredo Lopes, Luis Garavello, João Elias, Marco Antonio Linares, Marcos Alves, Mario Rocha, Pedro Paulo Pereira, Rafael Baldo, Ricardo Pires Ferreira, Rogério Bittencourt, Sérgio Salvador, Thiago Cordeiro, Vitor Teixeira de Souza, Willian Castro, Wilson Santos e Ygor Souza.

Ajude a manter o nosso podcast você também. Até com 1 real você ajuda a aliviar nossos custos fixos. Entenda melhor como ser nosso padrinho aqui, e tenha nossa gratidão eterna, além de alguns outros benefícios que você descobre clicando no link. 🙂

Participe você também escrevendo pra gente: [email protected]
Queremos saber quem é você que nos ouve: vá em facebook.com/podcrastinadores e mande seu Like lá.

  • Bora ouvir!

  • Daniel Braga

    Episódio maravilhoso, pra ficar perfeito faltou alguém que falasse com mais amor da fase pré Novos 52 , que é maravilhosa, com infiltração na União Soviética e missões politicamente incorretas, como uma luta de 4 paginas do Rick Flagg contra o Batman, Orquídea Negra brincando com a equipe , faltou falar do episódio do desenho da Liga da Justiça que o Esquadrão invade o Satélite da Liga…. E lembrar que a Arlequina já havia aparecido na mídia como Psiquiatra na série Birds of Prey. No mais perfeito. Obrigado, galera! Obrigado !!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Jax Teller

    Discordo de vocês quanto ao Batman do Ayer ser melhor que o do Snyder, aquela cena do beco sozinha é mais ofensiva ao personagem do que qualquer um que ele matou em BvS

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Eu gostei da cena na hora por ter o Batman, mas realmente, analisando com calma, é uma ofensa. Ainda mais usando a criança praticamente como escudo.

  • Pedro Paulo P. S

    Eu gostei do filme, tem seus problemas, porém acredito que a crítica ajudou na minha experiência no cinema, pois fui sem expectativa nenhuma e acabei me surpreendendo de forma muito positiva pois o filme contém alguns elementos de originalidade inseridos de forma aleatórias ao longo do filme que fez ele ter uma identidade própria, um exemplo foi a maneira de apresentar os personagens que eu achei bem moderna e criativa. Estou esperançoso com o futuro da DC nos cinemas, espero que eles continuem a fazer seus filmes sem tentar copiar a fórmula de outras franquias desse gênero e encontrar seu tom, que não precisa ser o mesmo para todos os filmes, até porque os ícones da DC possuem uma abordagem própria, existem os mais cômicos como o Flash, o Arqueiro Verde, a própria Arlequina, o Gladiador Dourado e por ai vai, assim como tem os mais dramáticos como o Batman, o Monstro do Pântano, o Superman, ou seja, a DC tem material e potencial pra transitar no universo particular de seus personagens e tirar bons filmes disso, eu vibrei nos trailers da Liga e da Mulher Maravilha, pois vi essa identidade própria em cada um deles.
    Os pontos que eu mais gostei do filme do Esquadrão além da apresentação inicial, foram os visuais dos personagens que tiveram todo um cuidado pra ficar parecido com os dos quadrinhos mas ao mesmo tempo críveis, o que mais curti foi o da Katana ela ficou foda em si, sem falar das cicatrizes que deram um ar bem badass. Outro ponto foi os poderes do irmão da Magia que são bem interessantes o efeitos que eles causam onde toca ficando uma paisagem derretida e distorcida ao mesmo tempo onde ele toca, se tivessem um cuidado maior nele daria pra ser um inimigo mais memorável. O Capitão Bumerangue me surpreendeu mesmo no pouco tempo de tela eu achei o personagem bem interessante, assim como o uso do bumerangue que vai além de ser apenas uma lâmina. Mas não posso deixar de falar sobre a transformação do El Diablo puta que pariu foi foda demais, gostaria de ter visto mais batalha com ele desta forma e parabéns pra divulgação do filme não ter mostrado, aliás temos um vislumbre desta forma no meio do filme no diálogo que o Capitão Bumerangue tem com o El Diablo na piada do isqueiro aparece bem rápido essa entidade na qual o El Diablo se transforma. Excelente episódio como sempre, porém senti falta do GG pois gosto dos comentários do lado negro da força que ele solta, mas o Felipe mandou bem na participação e espero que apareça mais vezes no debate.

    • GG

      Pedro, concordo contigo. A apresentação dos personagens foi MUITO acertada. E olha que o desafio deles era grande: apresentar pessoas que nunca vimos antes de um jeito que não consumisse muito tempo nem pouco tempo demais. Em pouco tempo a gente entendeu direitinho quem era quem de um jeito bem eficiente.
      Eu só preferia que não tivessem usado o Will Smith pro Pistoleiro, porque isso reduz muito as chances dele aparecer como vilão no filme da Liga ou do próprio Batman, por exemplo. Ou será que não? Será que ele toparia não ser o good guy afinal?

      • GG

        Ah, obrigado por sentir minha falta! Eu fiquei editando o podcast doido pra fazer comentários. Agora eu percebo o que vocês sentem quando ouvem querendo comentar também. 🙂
        Ah, e obrigado por fazer parte dos padrinhos do podcast! 🙂

  • Sobre o short da Arlequina, deu vergonha alheia das cenas forçadas para mostrar o Sexy appeal da personagem, a atriz já é linda, não precisa forçar a barra. Agora o que acaba com o filme pra mim é o Coringa desnecessário, e toda a deturpação de romantizar o relacionamento abusivo entre ele e a Arlequina. Os caras ao apresentar que o sonho da Arlequina é ser uma dona de casa comum, casada com o Jared Leto e com filhos, pqp… Isso é extremamente incoerente com a personagem. A Arlequina não é uma personagem feminina forte, a própria atriz reconhece isso, usar a desculpa de que o sexy appeal é a arma dela, é muito clichê e já é uma desculpa datada para aliviar as críticas quanto a isso.

    Gostei dos primeiros minutos do filme, mas conforme foi passando o tempo foi ficando cada vez pior, a ponto de no final ouvir pessoas gritarem “QUE FILME RUIM!!!”. Triste, eu estava empolgado pro filme quando ele foi anunciado, mas o market foi minando a parada, e deu no que deu.

    Faltou mesmo uma opinião feminina no cast, alias, falta em muitos podcasts… Mas foi bom o papo.

    • Jared Let Down!
      E eu tô contigo, Benjiro! Mas participação feminina nos casts!!! Vamos colorir isso aí!

    • Poxa, mas tentamos uma convidada que pudesse agregar mais ainda à esse episódio, mas digo que para que conseguíssemos lançar o episódio o quanto antes e a agenda apertada não conseguimos…

      • Eu acredito em você Tibério, não me entenda mal, o Cast ficou muito bom mesmo assim, mas não desistam de tentar convidar meninas para participar. É sempre bom ter um ponto de vista feminino.

        • Rodrigo “Rod” Montaleao

          Sempre tentamos. Mesmo. Pior que, quando conseguimos, acaba vindo duas pro mesmo episódio, como foi no de Guilty Pleasure. Mas estamos aí procurando sempre. Valeu!

  • Keilla Teixeira

    Pontos fortes: Viola Davis e trilha sonora (nota 11/10, que coisa maravilhosa). E Eu vi dublado e gostei do trabalho de localização. Mas os furos de roteiro e a edição feita por um esquizofrênico matam o filme. Mas ainda é mais divertido que BvS.

    • helvecioparente

      Também gostei muito da trilha sonora, mas não gostei tanto assim da Viola Davis…

    • “edição feita por um esquizofrênico”
      #rialto

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      “furos de roteiro e a edição feita por um esquizofrênico” – definição da DC nos cinemas.

  • Darth Paul Poor Traaais

    O filme tem problemas recorrentes. Os principais são a falta de foco na montagem e do roteiro “queijo suíço”. Quer ver um “filme” do Esquadrão? Vá atrás da animação “Batman: Assault on Arkham”. Tem de tudo, não é PEG13, a Arlequina e os outros membros do Esquadrão estão bem amarrados e até as aparições do Batman e do Coringa são perfeitamente encaixadas na trama.
    A WARNER/DC errou de novo. Agora, nada impede das pessoas gostarem do “show pirotécnico”.

    • GG

      Opa, dica anotada, vou correr atrás dessa animação!

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Obrigado pelo comentário, mas eu tô aqui mesmo pra dar parabéns pelo seu Nick do Disqus. 🙂

    • Darth Paul… uHAuhUhuAHAU… a gente citou uma animação do Esquadrão Suicida e era esse mesmo que estávamos falando. Inclusive tá no Net Now. Fato é que embolamos o nome do longa… hehehe

      • Darth Paul Poor Traaais

        Percebi que citaram porém a maioria não havia visto. Em matéria de roteiro, caracterização e todo o resto, essa animação é mil vezes melhor que o filme. Até o Pistoleiro fica sem máscara praticamente o tempo todo e não faz a menor diferença.

        Obs: depois de derrotar o famoso Mestre Jedi Sifo Dias ( fato consumado), eu busco obliterar um de seus discípulos, o Jedi Knight Dee Power Ghido. A vingança chegará subitamente por onde ele menos espera!

  • Rodrigo “Rod” Montaleao

    Uma coisa todo mundo concorda: A Margot Robbieou a cena!

    *Droga, tinha que ter pensado nessa durante o programa.

    • GG

      Ouch!

    • Lucas Dias

      eu BATeria palmas.

      • Rodrigo “Rod” Montaleao

        Esse é o espírito! 🙂

      • Excelente Lucas!

  • Rivelino Cruz Do Nascimento

    Na minha opinião o filme é bom , é divertido , não é aquele tipo de filme maçante mas é claro que tem problemas e o Principal deles é ROTEIRO , sabe se-lá porque o filme que foi nos prometido no trailer foi totalmente dizimado , mas vou falar primeiro dos pontos positivo p/ depois voltar tocar na tecla do que me incomodou nesse filme , A Trilha Sonora PERFEITA , As musicas escolhidas p/ apresentar os personagens e cenas chaves do Filme Perfeita combinação , por exemplo Symphaty of Devil do Rolling Stones p/ Apresentar Amanda Waller Genial essa escolha e por falar em Amanda Waller ela foi um dos melhores personagens do Filme ,ela tinha essência da Personagem do Hq ,ser uma dos pouco personagem, capaz de botar banca seja contra um psicopata ou Batman sem se abalar e ela faz isso no filme , o Pistoleiro é Will Smith em todos filmes ou seja é mais do mesmo , é heroi , piadista , bom pai de família ,lider ,que faz piada e vai salvar mundo e como não tenho nada contra o ator Will Smith , acho que ele foi bem , Arlequina foi o que Trailler nos prometeram logo ele foi um dos destaque do Filme , Capitão Bumerangue pra vilão Merda ele até que não foi dos piores , o Crock era p/ ser Bizarro monstro do time e nisso ele fez bom papel ( e no podcast voces levantam a pergunta se mostra como ele foi preso e mostra sim ele sendo capturado pelo Batman no Flasback), o El Diablo no minha visão foi uma grata surpresa , um vilão desconhecido da minha parte e que que cenas deles eram sempre muito boas , A Encanto a primeira forma dela , A Forma “SUJA” foi melhor que forma “lambada Ritmo proibido ” e a Realmente aquela doutora era pior Arqueóloga do mundo e uma duvida como se chamava o irmão dela ? A Katana Totalmente Avulsa no filme , ela foi de arroz no grupo , só acompanhando , o Rick Flag tipico Miltar Americano fuzileiro , líder de tropas mas nesse filme achei ele bem merda e a ligação dele com Doutora June bem forçação de barra e aquela piadinha dele ser capturado toda hora tipo piada marvel hein …. Sem comentário eo Que dizer do Coringa com Complexo de Pierrot Apaixonado ? o que fizeram com Coringa que nos prometeram no trailler ?
    desde quando Coringa se preocupa com Arlequina ao ponto enfrentar o governo e mover céus e terra p/ achar ela e no filme só mostra ele como despreza ela no Flashback quando ela foi presa que ele joga carro no Rio mesmo sabendo que ela não sabe nadar ,deixando a p/ trás e p/ encerrar meu comentário longo sobre filme dos pergunta que deixou no ar , Primeiro : Cadê o Batman que ver sumir das prisões alguns vilões que ele prendeu e ver coringa botar sua gangue na rua p/ achar Arlequina e não investiga isso ? e Segunda Questão no meio de Midway City aparece uma luz azul gigante e antes disso tem incidente bizarro no metrô cadê Herois que não vão investigar isso ?

    P.S 1 : Animação Batman: Assault Arkam é muito bom e merece ser citado em qualquer conversa sobre o tema

    P.S2 ; Abraços A todos que fizeram otimo trabalho sobre esse tema e o GG Fez falta com Conhecimento dele sobre universo Hq kkkkkkk

    • helvecioparente

      Ri alto na parte “lambada Ritmo proibido”!

  • Então, eu até gostei do filme logo depois queu vi. Quer dizer, ele tem diversos problemas, mas foi um avanço enorme em relação a MoS e BvS pq não me fez dormir.

    Mas esse é um tipo de filme que me faz ficar com raiva cada vez queu penso sobre ele. Escutando o programa isso só ficou mais e mais evidente. Acho que foi meio que trapaça pq em BvS os problemas eram tão grotescos queu ficava puto na hora, vendo o filme. Mas SS conseguiu redirecionar minha raiva com algumas poucas piadas e uma trilha sonora bacaninha.

    Mas não consigo deixar de lado essa coisa que eles tentaram DESESPERADAMENTE ser um novo GotG e falharam miseravelmente, apesar da trilha sonora.

    • Eu gostei de ES, me fez gostar mais de BvS. Hahahaha

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Como dizem por aí, não “ornou”.

  • Hugo Carlos

    Não assisti o filme, sessão muito tarde, filme muito chato, dormi. Mas o que quero comentar mesmo é: Parabéns pelo melhor trabalho que vi sobre comentários e críticas ao filme em toda podosfera. Foram os primeiros que falaram dos filmes e dos personagens e não ficaram reproduzindo o péssimo discurso-desculpa sobre a qualidade do filme estar fora dele. Todos os outros casts ficavam falando sobre acionistas, brigas de produção e outras coisas de bastidores como muleta para o resultado do filme, e ao fugirem desse discurso fácil, foram os primeiros que vi que realmente falaram do resultado na tela. Muito respeito por isso! Boa podcrastinação pra todos nós, e volta GG!

    • GG

      Valeu, Hugo!! Obrigado pelos elogios, é esse tipo de feedback que renova nossa empolgação aqui por trás dos microfones! E minha ausência foi bem rapidinha, já estou de volta! 🙂

    • Valeu Hugo! Obrigado pelo comentário. Bem legal saber que estamos conseguindo levar pra todo mundo um material diferenciado.

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Valeu, Hugo! Estamos aqui pra isso! Abs!

  • Eder Ribeiro

    O filme tem muitos problemas, mas muitos mesmo!!! Mas nem por isso, foi um dinheiro mal gasto. Achei divertido, descompromissado e galhofa.. por ex. ver o deadshot falando que vai pra gotham resolver uns assuntos é tão patético que fica engraçado (meu filho o Morcego tem coisa mais importante pra pensar).
    Não gostei do Coringa… Não mesmo… ele só parece um Rapper gansta … Mas, não comprometeu o filme… quem sabe o Jared aprimora ele nos futuros filmes.
    Me incomodou o fato de não salientarem o fator deles serem “descartaveis” … esse é o principal motivo do grupo existir.
    Também senti falta de uma missão inicial… Acho que houve muita preguiça no roteiro.
    Mas a coisa que mais me incomodou foi o dramalhão feito pelo sacrifício do El Diablo, sendo que o verdadeiro herói foi o soldadinho anônimo que apertou o detonador… o cara foi voluntarioso,corajoso, heroico e ninguém nem se importou com ele! Kkk
    Mas apesar de TUDO isso achei o filme muito divertido!!
    ABS!

    • Opa, sim, cinema pode ser só diversão, e é só isso mesmo. hehehehe
      Eu curti a parte inicial, uma reedição desse filme faria um bem danado.

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      E nem sabemos se o El Diablo morreu mesmo, porque o filme nem se preocupou em explicar isso. Aliás, nego cagou pro sacríficio dele.

  • Rogério B de Miranda

    Olha, gostei do filme, entretenimento puro, sem se levar a sério, em minha opinião.
    Quanto a não usarem roupas do exercito e sim os uniformes, acredito que foi pq Amanda Waller havia dito que se desse errado, a culpa seria deles, aquele velho papo de negar envolvimento, daí não faria sentido usarem roupas militares.
    Queria ouvir as opiniões do GG sobre o filme, fez falta.
    Ainda acho que Liga da justiça será um filme bom, mas ainda distante dos filmes Marvel, mas vamos ver quando chegar a hora.
    Abraços

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Tô nessa também. O filme da Liga parece estar no caminho certo, mas vai bater de frente com Guardiões da Galáxia 2, Homem-Aranha e Thor: Ragnarok. As comparações vão ser inevitáveis. Torcendo pra que seja bom.

  • César Lima

    Acabei de ouvir o cast com um pouco de atraso (queria poder conferir o filme antes), e venho me alinhar aqui com o consenso dos podcrasters, destacando só os seguintes pontos:

    – Não curti muito El Diablo… para mim pareceu apenas um Tocha Humana Reverso, especialmente porque usam os superpoderes de forma idêntica… e não preciso dizer o trauma que é relembrar o Quarteto Fantástico no cinema.

    – O vilão é tão ‘whatever’ que ninguém sabe o nome dele, sem falar que também desperta ‘Scorpion King feelings’ em muita gente. Também achei que em meio àquelas nuvens girando em torno do edifício encontraríamos Gozer na cobertura. Aí fica fácil, é só ligar para os Caçafantasmas que o Ecto-1 não demora a chegar em Midway City.

    – Faltou mesmo uma ‘training montage’ ou missão preliminar para ver os vilões se entrosando como equipe, superando diferenças irreconciliáveis, evoluindo como personagens… algo que nos faça realmente nos importar com eles.

    – Croc completamente sem função. Katana não serviu nem para ser a chaveirinho do Rick pois também desertou para o bar. Completamente nada a ver.

    – Relacionamento Coringa x Arlequina totalmente esquizofrênico… uma hora ele a abandona no rio, outra ele mobiliza todos os recursos à disposição para resgatá-la. Será que é mesmo a teoria das roupinhas de criança que faz algum sentido? Bom, pelo menos a recriação live action da capa clássica do Alex Ross valeu um sorrisão no rosto.

    – Trilha sonora maravilhosa, só clássicos. Muito legal aproveitá-la no cast.

    Faço coro aos colegas aí de cima ao elogiar o cast, que se ateve basicamente aos elementos presentes no filme que vimos, sem especular sobre os problemas de bastidores. Ponto a favor.

    O filme decepciona no geral como elemento de um projeto maior de construção do Universo DC nos cinemas. Como diversão e veículo para fan service, se tivesse sido lançado há uns cinco anos, creio que deixaria todo mundo satisfeito apesar dos problemas evidentes no roteiro.

    Grande abraço!

    • “e não preciso dizer o trauma que é relembrar o Quarteto Fantástico no cinema.”
      Hahahahaa

      E concordo com tudo aí Cesar!
      Obrigado pelo comentário.

  • Strider_Tag

    Algumas coisas comentadas no cast :
    -Sobre o pessoal do Esquadréao Suicida nos gibis não enfrentarem gente poderosa, eles chegaram à fazer uma viagem à Apokolips, aonde levaram um CACETE apesar de conseguir se aguentar aos “trancos e barrancos”.
    -Sobre o Rick Flagg do filme, sei là, acho o Joel Kinnaman sem graça nos filmes … ele sò vive fazendo aquela cara de incomodado desde o Robocop do José Padilha.

    • Strider, mas não acha que como forma de apresentar os personagens, uma missão mais mundana seria mais interessante?

      • Strider_Tag

        Olà Tibério ! Desculpa responder com atraso …
        Concordo com você, tanto é que nas HQs o Esquadrão Suicida enfrentou ameaças mais “mundanas”, mais pé no chão (e o foco da HQ era espionagem mesmo). Essa passagem por Apokolips foi algo bem pontual na série.
        Para uma suposta “primeira missão”, enfrentar uma ameaça do calibre da Magia e do irmão dela foi pressa demais no roteiro.

        • Eu gosto quando alguém fala “irmão da magia”, tipo, o cara foi tão insignificante pro plot que a gente nem sabe o nome dele. hahaha Ao mesmo tempo ele seria o vilão do filme mais poderoso… Ah, alguém comentou que o nome era Incubus.

          Sobre a missão “mundana”, o filme animado do Esquadrão Suicida, que usam o nome de Batman – Invasão a Arkham, faz muito mais sentido que o filme. Ver ela dá muito mais raiva do que poderia ser o filme.

  • sapobrothers

    Acho que é a primeira vez que ouço alguém elogiar Sucker Punch. Taí um filme que funcionaria melhor se fosse produção da Brazzers.

    • Eu também curto o filme, se você imaginar com uma grande coleção de video clipes conectados por uma história mais dramática, funciona. Além disso as cenas de ação são ótimas.

      • sapobrothers

        Eu falei sem conhecimento de causa. Nunca assisti mais de 20 minutos do filme (em trechos diferentes). Até nisso lembra produções da brazzers. 😛

    • helvecioparente

      Sucker Punch é muito legal! Revi outro dia, o visual ficou datado em algumas cenas, mas o filme continua divertido!
      Como não gostar de um filme onde várias meninas bonitas lutam em câmera lenta contra monstros e robôs?

      • sapobrothers

        Um dia tento assistir de novo… Com o “FFoward” ativo.

  • Só vim aqui pra dizer duas coisas: 1ª Ótimo Trabalho, estão de parabéns e 2ª Façam um crossover com o MdM já !

    • Campanha pesada do Lucas pro crossover!! UAhUAHUHAUA
      Agora que vi váááários pedidos.

  • Augusto Ganzert

    Mais um filme que vocês me convenceram a assistir.

    • Ei, depois não vem colocar a culpa na gente! Sua conta e risco! UHAUHAUAHUHAUA
      O filme é divertido, pensa em ir pra se divertir.

  • Pingback: Podcrastinadores.S05E02 - Podcrast Awards 2017 | Podcrastinadores()

  • Karen

    que bobagem problematizar o shorts da Arlequina…Ela é assim, faz parte da personalidade dela. Mas tem que ter mimizento chato com discurso feminazi para problematizar coisas e enxergar opressão em qualquer coisa..aff.Como o mundo ta chato…

  • Murilo

    margarot robie devia ter um filme solo, mas não fez sentido mesmo ela no grupo. na animação faz sentido pois ela conhecia o mapa lá do asilo/hospício pra chegar no charada.

  • Murilo

    sem exagero, acho esse coringa do jared leto o pior personagem de quadrinhos que eu já vi em um filme.