Podcrastinadores.S03E13 – Séries Spin-Offs

É hora de falar das séries que surgiram de outras séries, os conhecidos spin-offs. Millennium, CSIBetter Call Saul, Joey, The Flash, Mulher Biônica, entre outras que talvez você nem sabia que eram spin-offs.

O surgimento delas foi uma boa idéia? Alguma conseguiu superar a original em qualidade? Ou todas foram uma simples tentativa de ganhar mais dinheiro em cima da audiência? Vamos debater estes e outros pontos neste episódio.

Participantes: Gustavo Guimarães, Helvecio Parente, Rodrigo Montaleão, Vinícius “Schias” Schiavini e Henrique Rizatto.

Ouça e participe!

Links relacionados a este episódio:

– Bionic Girl (1989) com a Sandra Bullock

– Bionic Dog

– Coroas biônicos, com o Homem de US$ 6MM e a Mulher-Biônica originais, só que já meio velhos demais pra fazerem cenas de ação…

– Top of The Heap, com Matt LeBlanc

Participe você também escrevendo pra gente: [email protected]
Queremos saber quem é você que nos ouve: vá em facebook.com/podcrastinadores e mande seu Like lá.

  • Carla Gois

    Meninoooosss! Não desistam dos bloopers, eu adoro essa parte!

    • GG

      Não desistimos não, Carla! É que o que sobra as vezes não dá pra entrar. Rola uma auto-censura em nome da moral e dos bons costumes. 🙂

      • É GG, não desista dos bloopers! hehehe

        Mas o que ele falou é verdade Carla, além que as vezes a piadas encaixa melhor dentro do próprio episódio ao invés de no final… fora que somos profissionais e não erramos mais, aí não tem blooper.

        Hahahahaha essa foi boa!

  • Jesse Filho

    Grande Podcrastinadores! Mais um excelente podcast! Parabéns! Agora, se me permitem o comentário na parte das séries e filmes d.c. acho que vcs não precisam reclamar sobre ter mais de um Barry Allen ou qualquer outro personagem, pois vão aproveitar o fato do universo d.c. estar fundamentada em um multi-verso. Quer dizer que há o universo das séries e o universo dos cinemas, que podem até se encontrar numa, quem sabe, eventual crise das infinitas terras! Os produtores das séries e do cinema enfatizam que são o universo separados, mas dão dicas podem se encontrar e a série do flash tem sido fundamental nisso, pois já abordaram tanto a possibilidade da viagem no tempo quanto a existência de outros flashes! São universos diferentes, mas que co-existem. Os flashes ou qualquer outro herói podem tanto serem feitos pelo mesmo ator, qto por atores diferentes, pois o multi-verso d.c. permite essas possibilidades. Por isso acho coerente com o cânone dos hq’s. Abraço!!

    • Rodrigo “Rod” Montaleao

      Salve, Jesse. Você tem razão quanto a questão dos multiversos, a DC tem sempre esse recurso na manga pra usar quando precisa (leia-se “quando precisa fechar o plot e não tem mais pra onde correr” rsrssr). Eu particularmente ia preferir ver os atores dos seriados na telona, mas realmente é uma coisa minha, que me apeguei e comprei completamente que aqueles caras que vejo na TV são o Barry Allen, o Oliver Quen e por aí vai. Acho que serviria como um prêmio para os atores e ajudaria a dar mais empatia com o público, que já conheceria esse pessoal de algum lugar antes e já teria uma identificação. Por outro lado, você fica mesmo mais amarrado na parte criativa por ter que seguir uma linha já estabelecida na TV – e aí entendo a decisão deles de optar por não aproveitar os atores. Enfim, no final das contas, o que importa é que os filmes sejam bons mesmo. Acho que todos os erros foram aprendidos com Lanterna Verde e a expectativa é alta daqui pra frente. Se rolar um crossover do universo das séries nos filmes, nem que seja uma sequência rápida de puro “fan service”, já estará ótimo. Obrigado pela audiência, abraços!

      • helvecioparente

        Rod, às vezes o cinema ignora o que foi feito numa série de tv da mesma franquia. Vide Terminator: Sarah Connor Chronicles.

        p.s.: Flash! (pam) AH AAAHHH!!!

        • Jesse Filho

          Vamos ver se com a moda do universo expandido fazendo sucesso há uma coesão que respeite a inteligência dos fãs, Helvécio! Abraço!

      • Jesse Filho

        Obrigado pelo retorno Rod!

  • Fala galera dos podcrastinadores ótimo cast!

    Eu comecei a ver The Flash por causa de Arrow, e hoje gosto muito principalmente os crossover entre séries, vi a promo de Legends of tomorrow e ja virei fã, derepente eu percebi que eu compro muita série de super herói porque eu tambem vou ver SuperGirl que me lembrou muito ao triler de filme falso da viuva negra feito pelo SNL

    Assisti todos os CSI’s eu gosto mais do miami porque é mais colorido a ambientação da série me chama mais atenção, ainda não tive o tempo de assistir o Cyber, mas verei assim que possivel

    Não faz muito tempo a record reprisou o episodio em que o justin Bieber morre e realmente é um ótimo episódio

    Eu assisti e até gostava da série Joey, mas não tinha mesmo como durar tenho boas lembranças mas a verdade é que eu não lembro dos episódios.

    Vocês não falaram de The Originals spin-off de The vampire diares que mesmo com só 2 temporadas é infinitamente melhor que as 6 temporadas de TVD.

    Continuem o bom trabalho!

  • Elieverson Santos

    Olá meus amigos! Mais um episódio muito bacana e que passou do que eu esperava quanto ao assunto abordado. A primeira vez que tive noção do que era um spin-off foi quando saiu a série “Angel”, que como todos sabemos derivou-se de “Buffy”, então passei a notar que certas histórias eram bem parecidas ou tinham algumas menções de uma série para outra. Tinha uma visão menos aberta quanto a prática no cinema, o que vcs fizeram um ótimo serviço ao me mostrarem além do que eu conhecia. Acho muito legal quando temos um novo caminho para continuarmos vendo uma história legal com um novo ponto de vista, tanto de personagens quanto de ambiente. Infelizmente hoje em dia esse recurso está de uma certa forma sendo usado corriqueiramente apenas para sugar o máximo de dinheiro possível de uma obra, e é cada vez mais evidente isso. Claro que existem muitos casos em que temos boas surpresas e vemos bons produtos saindo dessas vertentes. Por fim, acho que a tendência é de vermos cada vez mais spin-offs sendo feitos, eu só espero que eles sejam adições positivas ao seu material de origem. Um forte abraço e brigado também por me apresentarem ao Cinem(ação), estou curtindo bastante o trabalho dos caras e comecei bem com o episódio de Jurassic World, com a participação do digníssimo GG, dai me senti em casa e foi muito legal. Até breve pessoal.